Pesquisa no Blog

Pesquisa no Google

 
bove=""

 

PADRE DJACY BRASILEIRO

NA LUTA CONSTANTE EM FAVOR

DA CLASSE MENOS FAVORECIDA 

Rádio Web

KM JUREMA

Org. Pauliano Tomaz

Art Regina, Art com Grafite

Comunicação Audiovisual -Tavares/PB.

 Fone: (83) 9 9869-8213. Hélio Mendes.

STAR FOTO E VÍDEO

 

By Fábio Arrud@&Silvan@

Praça Coronel José Pereira -04

Centro-Princesa Isabel - PB

CONTATO: 041 83 999463213

         FECEBOOK

Maia apoia retirada do BPC e da aposentadoria rural da reforma da Previdência

Maia apoia retirada do BPC e da aposentadoria rural da reforma da Previdência

Luis Macedo/Câmara dos DeputadosAgência Câmara Notícias O presidente da...

Avianca encerra rota para João Pessoa a partir de abril; veja mais trechos afetados

Avianca encerra rota para João Pessoa a partir de abril; veja mais trechos afetados

Fonte: Paraiba.com.brA Avianca Brasil anunciou, nesta terça-feira (26), que vai...

Mãe bate na filha usando facão em cidade do Sertão da Paraíba, confira

Mãe bate na filha usando facão em cidade do Sertão da Paraíba, confira

Imagem da InternetUma menor de idade, procurou o Conselho Tutelar da cidade de Monte...

TV Correio repercute situação de famílias catingueirenses que não conseguem enterrar seus parentes

TV Correio repercute situação de famílias catingueirenses que não conseguem enterrar seus parentes

A equipe da TV Correio, afiliada a Rede Record de televisão, esteve nesta...

Governo Municipal de Água Branca e SEBRAE realizam palestra: "como vender pelo instagram”

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A primeira criança a nascer em João Pessoa, nesta terça-feira, 1º de janeiro de 2019, chegou ao mundo com uma mecha branca no cabelo, devido a uma condição genética chamada de piebaldismo. Laís Vanessa é a quinta filha de Joseane Cris da Silva, que também nasceu com a mecha, mas depois que cresceu resolveu pintar o cabelo.
 
A pequena nasceu às 5h50, na maternidade Frei Damião, na capital. A condição que a fez nascer com uma franja “estilosa” passa de geração para geração. É uma alteração na produção da melanina. Neste caso, falta justamente em uma parte do couro cabeludo.

A mãe da criança, Joseane Cris da Silva, contou que outras três filhas dela também nasceram com a mechinha. “Os meninos não têm, só as meninas. Pra ela, só desejo coisas boas, saúde em primeiro lugar, que ela seja bem-vinda”, declarou.



Fonte G1 PB