Pesquisa no Blog

Pesquisa no Google

 
bove=""

 

PADRE DJACY BRASILEIRO

NA LUTA CONSTANTE EM FAVOR

DA CLASSE MENOS FAVORECIDA 

Rádio Web

KM JUREMA

Org. Pauliano Tomaz

Art Regina, Art com Grafite

Comunicação Audiovisual -Tavares/PB.

 Fone: (83) 9 9869-8213. Hélio Mendes.

STAR FOTO E VÍDEO

 

By Fábio Arrud@&Silvan@

Praça Coronel José Pereira -04

Centro-Princesa Isabel - PB

CONTATO: 041 83 999463213

         FECEBOOK

Maia apoia retirada do BPC e da aposentadoria rural da reforma da Previdência

Maia apoia retirada do BPC e da aposentadoria rural da reforma da Previdência

Luis Macedo/Câmara dos DeputadosAgência Câmara Notícias O presidente da...

Avianca encerra rota para João Pessoa a partir de abril; veja mais trechos afetados

Avianca encerra rota para João Pessoa a partir de abril; veja mais trechos afetados

Fonte: Paraiba.com.brA Avianca Brasil anunciou, nesta terça-feira (26), que vai...

Mãe bate na filha usando facão em cidade do Sertão da Paraíba, confira

Mãe bate na filha usando facão em cidade do Sertão da Paraíba, confira

Imagem da InternetUma menor de idade, procurou o Conselho Tutelar da cidade de Monte...

TV Correio repercute situação de famílias catingueirenses que não conseguem enterrar seus parentes

TV Correio repercute situação de famílias catingueirenses que não conseguem enterrar seus parentes

A equipe da TV Correio, afiliada a Rede Record de televisão, esteve nesta...

Governo Municipal de Água Branca e SEBRAE realizam palestra: "como vender pelo instagram”

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) sancionou  o congelamento do coeficiente do Fundo de Participação (FPM) que vai beneficiar Água Branca, Cachoeira dos Índios e Queimadas, na Paraíba, e outros 126 municípios no país.

A matéria já havia sido aprovada no ano passado no Congresso Nacional e aguardava publicação por parte da Presidência da República.

De acordo com a Confederação Nacional dos Municípios, o texto aprovado por senadores e deputados barra a redução no valor do FPM devido a baixa na estimativa populacional do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Agora, os municípios não vão perder recursos até 2020.

“Essa matéria é muito importante, e não traz prejuízos para a União e nem para o orçamento dos Estados.

O contato do governo e a decisão de sancionar o texto é uma sinalização de que o governo atuará para fortalecer o Ente municipal e, consequentemente, melhorar a vida das pessoas”, afirma o presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM), Glademir Aroldi.

 

MaisPB - http://www.maispb.com.br/317090/bolsonaro-congela-calculo-do-fpm-para-municipios-paraibanos.html