Pesquisa no Blog

Pesquisa no Google

 
bove=""

 

PADRE DJACY BRASILEIRO

NA LUTA CONSTANTE EM FAVOR

DA CLASSE MENOS FAVORECIDA 

Rádio Web

KM JUREMA

Org. Pauliano Tomaz

Art Regina, Art com Grafite

Comunicação Audiovisual -Tavares/PB.

 Fone: (83) 9 9869-8213. Hélio Mendes.

STAR FOTO E VÍDEO

 

By Fábio Arrud@&Silvan@

Praça Coronel José Pereira -04

Centro-Princesa Isabel - PB

CONTATO: 041 83 999463213

         FECEBOOK

Preso, Temer é alvo de dez investigações. Veja todas as acusações contra o ex-presidente

Preso, Temer é alvo de dez investigações. Veja todas as acusações contra o ex-presidente

Congresso em FocoSegundo ex-presidente da República preso por corrupção no...

STJ acolhe recurso e João de Deus será transferido para hospital de Goiânia

STJ acolhe recurso e João de Deus será transferido para hospital de Goiânia

João de Deus será transferido para o Instituto de Neurologia de Goiânia ou outro hospital...

Dono do Manaíra Shopping é preso na 3ª fase da ‘Operação Xeque-Mate’ em JP

Dono do Manaíra Shopping é preso na 3ª fase da ‘Operação Xeque-Mate’ em JP

A Polícia Federal na Paraíba e o GAECO/MP/PB, com o auxílio da Controladoria-Geral da...

FUNDAÇÃO LEMANN REALIZA PRIMEIRA FORMAÇÃO PEDAGÓGICA EM PRINCESA ISABEL

FUNDAÇÃO LEMANN REALIZA PRIMEIRA FORMAÇÃO PEDAGÓGICA EM PRINCESA ISABEL

Representantes da Fundação Lemann desembarcaram em Princesa Isabel nesta...

Tabira: motoristas reclamam do trânsito e ameaçam protesto

Tabira: motoristas reclamam do trânsito e ameaçam protesto

Por Nill JúniorNada contra o disciplinamento do trânsito. Tudo contra o que...

 

Foto: TV Asa Branca/Reprodução

Uma mulher de 42 anos entregou o filho, de 22, à Polícia Civil por ele ser suspeito de latrocínio em Palmares, na Mata Sul de Pernambuco.
A prisão ocorreu na segunda-feira (7), mas as informações foram repassadas nesta quarta (9). À TV Asa Branca, a mãe do suposto criminoso disse que tem consciência que o filho "precisa pagar pelo que fez".
 
A mãe cria seis filhos e uma neta, e contou à produção da TV Asa Branca que o filho suspeito de latrocínio começou a se envolver com drogas quando tinha 18 anos, algo que prejudicou toda a família, segundo ela.
 
A mulher falou que no dia do crime o filho estava drogado e tentou roubar um idoso, que reagiu. A vítima foi morta por asfixia. O jovem chegou a se apresentar na delegacia, mas foi liberado. O delegado responsável disse que liberou o suspeito porque não havia situação de flagrante.
 
Após o crime, o jovem foi em busca de uma clínica de reabilitação na Bahia, mas voltou para Pernambuco. Ao retornar, ele já era considerado foragido da Justiça, porque foi expedido um mandado de prisão contra ele pelo crime de latrocínio e a mãe fez questão de levá-lo até a delegacia.
 
A mãe ainda destacou que não aceitaria ter o filho dentro de casa "sabendo que ele matou um homem de bem". O jovem foi levado para o Presídio de Palmares.
 

 

Do G1/Caruaru