Pesquisa no Blog

Pesquisa no Google

 
bove=""

 

PADRE DJACY BRASILEIRO

NA LUTA CONSTANTE EM FAVOR

DA CLASSE MENOS FAVORECIDA 

Rádio Web

KM JUREMA

Org. Pauliano Tomaz

Art Regina, Art com Grafite

Comunicação Audiovisual -Tavares/PB.

 Fone: (83) 9 9869-8213. Hélio Mendes.

STAR FOTO E VÍDEO

 

By Fábio Arrud@&Silvan@

Praça Coronel José Pereira -04

Centro-Princesa Isabel - PB

CONTATO: 041 83 999463213

         FECEBOOK

Preso, Temer é alvo de dez investigações. Veja todas as acusações contra o ex-presidente

Preso, Temer é alvo de dez investigações. Veja todas as acusações contra o ex-presidente

Congresso em FocoSegundo ex-presidente da República preso por corrupção no...

STJ acolhe recurso e João de Deus será transferido para hospital de Goiânia

STJ acolhe recurso e João de Deus será transferido para hospital de Goiânia

João de Deus será transferido para o Instituto de Neurologia de Goiânia ou outro hospital...

Dono do Manaíra Shopping é preso na 3ª fase da ‘Operação Xeque-Mate’ em JP

Dono do Manaíra Shopping é preso na 3ª fase da ‘Operação Xeque-Mate’ em JP

A Polícia Federal na Paraíba e o GAECO/MP/PB, com o auxílio da Controladoria-Geral da...

FUNDAÇÃO LEMANN REALIZA PRIMEIRA FORMAÇÃO PEDAGÓGICA EM PRINCESA ISABEL

FUNDAÇÃO LEMANN REALIZA PRIMEIRA FORMAÇÃO PEDAGÓGICA EM PRINCESA ISABEL

Representantes da Fundação Lemann desembarcaram em Princesa Isabel nesta...

Tabira: motoristas reclamam do trânsito e ameaçam protesto

Tabira: motoristas reclamam do trânsito e ameaçam protesto

Por Nill JúniorNada contra o disciplinamento do trânsito. Tudo contra o que...

 

Três mulheres de uma mesma família foram esfaqueadas no meio rua, na Vila Ferroviária, no bairro Santa Terezinha, em Pocinhos, no Agreste paraibano. O suspeito das agressões é um parente das vítimas que mora vizinho a elas. Segundo a Polícia Civil, as agressões ocorrem depois de uma confusão entre suspeito e vítimas, por causa do volume alto de um som.

O caso ocorreu na última quarta-feira (9). Segundo testemunhas, o suspeito estava em frente a casa onde mora aguardando as vítimas saírem da residência. Ele teria atacado primeiro uma mulher de 45 anos, armado com uma faca. Ao ouvir os gritos dessa mulher, a filha dela e a nora correram para tentar ajudá-la, mas também acabaram sendo atacadas pelo agressor. A nora que tentou ajudar está grávida.

Segundo testemunhas, o agressor só parou de bater e ferir as mulheres com a faca depois que um homem chegou ao local e entrou em luta corporal com o suspeito. Depois disso, o suspeito fugiu para um prédio abandonado e jogou a faca. Ele foi preso quando voltou para casa, ainda nesta quarta-feira.

Uma parente das vítimas, que não quis se identificar, disse em entrevista a TV Paraíba que o suspeito e as vítimas tinham uma “rixa” por causa de volume de som alto. Ela explicou que o agressor costuma ficar em casa consumindo bebidas alcoólicas até a madrugada e com volume de som alto. Segundo ela, suspeito e vítimas já teria discutido outras vezes quando a mulher pedia para ele baixar o volume do som.

O suspeito está na cadeira pública do município. Ele foi atuado pelos crimes de lesão corporal e tentativa de homicídio contra as três mulheres. As mulheres feridas foram socorridas. A mulher de 45 anos foi socorrida para o hospital, mas já recebeu alta. A filha dela não precisou de atendimento médico. Já a mulher que está grávida permaneceu em observação no Hospital de Trauma de Campina Grande . O estado de saúde dela estava estável.
 
G1/PB