Pesquisa no Blog

Pesquisa no Google

 
bove=""

 

Canal do Blog no YouTube

PADRE DJACY BRASILEIRO

NA LUTA CONSTANTE EM FAVOR

DA CLASSE MENOS FAVORECIDA 

Rádio Web

Festa de Nossa Senhora do Carmo, no Povoado Lagoinha, em Água Branca - PB

TV PREFEITURAS

Art Regina, Art com Grafite

Comunicação Audiovisual -Tavares/PB.

 Fone: (83) 9 9869-8213. Hélio Mendes.

STAR FOTO E VÍDEO

 

By Fábio Arrud@&Silvan@

Praça Coronel José Pereira -04

Centro-Princesa Isabel - PB

CONTATO: 041 83 999463213

         FECEBOOK

Pauliano Tomaz

Governo prepara anúncio de seu ambicioso programa de privatizações

Governo prepara anúncio de seu ambicioso programa de privatizações

Para as próximas semanas, o governo federal está preparando um anúncio de seu ambicioso...

FAÇA SUA DOAÇÃO: Ajude o Hospital Napoleão Laureano manter atendimentos

FAÇA SUA DOAÇÃO: Ajude o Hospital Napoleão Laureano manter atendimentos

O hospital Napoleão Laureano, em João Pessoa, Capital do Estado, passa por lamentáveis...

Carnaibano é encontrado morto na rodovia PB-306 entre Quixaba e Tavares

Carnaibano é encontrado morto na rodovia PB-306 entre Quixaba e Tavares

Foi localizado nas primeiras horas desta segunda feira 15, na Rodovia Estadual PB 306, na...

Ministério da Saúde suspende fabricação de 19 remédios gratuitos

Ministério da Saúde suspende fabricação de 19 remédios gratuitos

O Ministério da Saúde rompeu contratos firmados com laboratórios e 19 remédios deixarão...

Serra-talhadense é enganado por dois homens em banco e termina com prejuízo de R$ 19 mil

Serra-talhadense é enganado por dois homens em banco e termina com prejuízo de R$ 19 mil

Na última sexta-feira (12) um senhor, de 64 anos, foi vítima de estelionato ao chegar na...

 

[Azul oferece U$$ 145 milhões para comprar parte da Avianca]

A companhia aérea Azul informou nesta segunda-feira (13), que protocolou na Justiça uma nova proposta para comprar parte das operações da Avianca Brasil, empresa que passa por recuperação judicial e cancelou diversos voos no último mês.

Em nota, a empresa informou que requereu junto ao juízo da 1ª Vara de Falências e Recuperação Judicial de São Paulo, onde se processa a recuperação judicial da Avianca Brasil, uma autorização específica para a compra de uma "nova Unidade Produtiva Isolada (Nova UPI)", espécie de empresa que seria criada a partir do desmembramento da Avianca, no valor mínimo de U$ 145 milhões.

A proposta é maior do que a ofertada em março, quando a Azul ofereceu US$ 105 milhões para a compra de parte das operações da Avianca Brasil. A oferta da Azul prevê a compra de 21 slots (autorizações de pouso e decolagem), que a Avianca detém atualmente no Aeroporto de Congonhas; 14, no Santos Dumont, e 7 no aeroporto de Brasília.

"A Azul acredita que o pedido formulado ao juízo da RJ para alienação judicial da Nova UPI confere à Avianca Brasil, seus empregados, consumidores, credores e demais interessados uma alternativa legal e legítima para viabilizar a monetização, o uso continuado de bens e a preservação de atividades, as quais correm grave risco de paralisação e rápida deterioração das atividades da companhia, no melhor interesse do mercado de aviação e todos os envolvidos", disse a empresa em comunicado ao mercado.

A empresa aérea justificou o pedido de compra com o argumento de que a medida oferece uma alternativa para aumentar a competitividade na ponte aérea Rio-São Paulo. A Azul disse ainda que a proposta de nova UPI "não invalida o procedimento de alienação judicial das 7 unidades produtivas isoladas", previstos para ser leiloados na semana passada.

O leilão, que deveria ter acontecido na última terça-feira (7), foi suspenso pela Justiça de São Paulo a pedido da Swissport Brasil, empresa que atua com serviços de logística em aeroportos. A Swissport argumentou, no pedido, que a transferência de slots, prevista no plano de recuperação da Avianca, é proibida por lei. A Avianca recorreu da suspensão, defendendo a legalidade de seu plano de recuperação.

"A alienação de UPIs, com a destinação dos recursos recebidos para o pagamento de credores, é inequivocamente um meio legítimo de recuperação", disse a empresa no recurso. (BNews)