Pesquisa no Blog

Pesquisa no Google

 
bove=""

 

Canal do Blog no YouTube

PADRE DJACY BRASILEIRO

NA LUTA CONSTANTE EM FAVOR

DA CLASSE MENOS FAVORECIDA 

Rádio Web

 

A imagem pode conter: texto

Art Regina, Art com Grafite

Comunicação Audiovisual -Tavares/PB.

 Fone: (83) 9 9869-8213. Hélio Mendes.

STAR FOTO E VÍDEO

 

By Fábio Arrud@&Silvan@

Praça Coronel José Pereira -04

Centro-Princesa Isabel - PB

CONTATO: 041 83 999463213

         FECEBOOK

Pauliano Tomaz

Prefeito do Vale do Piancó é acusado de cometer fraude fiscal

Prefeito do Vale do Piancó é acusado de cometer fraude fiscal

O prefeito de Catingueira, Dr. Odir Borges, foi acusado de abrir créditos suplementares...

Ivanes reúne vereadores e imprensa para expor situação de Patos e análise sobre denúncias

Ivanes reúne vereadores e imprensa para expor situação de Patos e análise sobre denúncias

O prefeito interino da cidade de Patos, Ivanes Lacerda, na manhã desta quarta-feira (18),...

Carnaíba: Promotora recomenda que candidatos à reeleição de Conselho Tutelar peçam afastamento

Carnaíba: Promotora recomenda que candidatos à reeleição de Conselho Tutelar peçam afastamento

Nill Júnior - A Promotora de Justiça Adriana Cecília Lordelo Wludarski recomentou...

Festa de São Miguel Arcanjo começa nesta quinta-feira (19) na cidade de Tavares

Festa de São Miguel Arcanjo começa nesta quinta-feira (19) na cidade de Tavares

Nesta quinta-feira (19), terá início em Tavares, no Sertão da Paraíba, a Festa de São...

Agressores de mulheres deverão ressarcir custos com atendimento médico

Agressores de mulheres deverão ressarcir custos com atendimento médico

O agressor de violência doméstica terá que ressarcir ao Sistema Único de Saúde (SUS) os...

Blog do Márcio Rangel

A Polícia Federal na Paraíba deflagrou, na manhã desta sexta-feira, 14, a Operação Cerco, com objetivo de combater possível crime de desvio de verbas públicas destinadas a obras no município de Alcantil.

A operação teve como base investigação instaurada para apurar a possível ocorrência de desvio de verbas públicas por uma associação criminosa formada por empresas de fachadas e servidores públicos do município de Alcantil durante os anos de 2012 a 2016.

De acordo com a PF, empresas de fachada eram utilizadas para fraudar licitações de obras públicas e os recursos que deveriam ser empregados eram desviados e repartidos entre servidores públicos, empresários e ex-detentor de mandato político sendo as obras executadas com pessoal e maquinário público.

A operação conta com a participação de 22 policiais federais, sendo realizado o cumprimento de seis mandados de busca e apreensão nas residências dos investigados, no município de Alcantil e zona rural.

As ordens judiciais foram expedidas pela 4ª Vara Federal Subseção Judicial de Campina Grande.

As condutas apuradas na investigação podem, em tese, configurar os crimes previstos
no art. 90 da Lei 8.666/93, art. 1º, incisos I e II do Decreto-lei 201/61, art. 1º da Lei
9.613/98 e art. 288 do Código Penal.