Pesquisa no Blog

Pesquisa no Google

 
bove=""

 

Canal do Blog no YouTube

PADRE DJACY BRASILEIRO

NA LUTA CONSTANTE EM FAVOR

DA CLASSE MENOS FAVORECIDA 

Art Regina, Art com Grafite

Comunicação Audiovisual -Tavares/PB.

STAR FOTO E VÍDEO

 

By Fábio Arrud@&Silvan@

Praça Coronel José Pereira -04

Centro-Princesa Isabel - PB

CONTATO: 041 83 999463213

         FECEBOOK

Pauliano Tomaz

PRINCESA ISABEL: Vendedores ambulantes devem procurar o setor de tributos para liberação de vendas na Festa do dia 15 de dezembro

PRINCESA ISABEL: Vendedores ambulantes devem procurar o setor de tributos para liberação de vendas na Festa do dia 15 de dezembro

O Setor de Tributos do município de Princesa Isabel alerta aos vendedores ambulantes para...

Criança fica presa dentro de panela de pressão e é resgatada por bombeiros

Criança fica presa dentro de panela de pressão e é resgatada por bombeiros

Foto: Reprodução/WhatsAppUma criança de 1 ano e 9 meses de idade ficou presa...

Frei Anastácio e Comissão Pastoral da Terra discutem planejamento de ações para 2020

Frei Anastácio e Comissão Pastoral da Terra discutem planejamento de ações para 2020

O deputado federal Frei Anastácio (PT/PB) se reuniu hoje (07), em seu escritório em...

Grave acidente na BR-232 acaba com a morte de três jovens de Flores

Grave acidente na BR-232 acaba com a morte de três jovens de Flores

Três jovens do distrito de Fátima, município de Flores se envolveram em um acidente...

  

Jovem Pan - Em uma das audiências mais conturbadas do ano, o ministro Sergio Moro se defendeu das supostas mensagens trocadas por ele e por procuradores da Lava Jato, divulgadas pelo site The Intercept Brasil.

Na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) ele apontou que os vazamentos são ilegais e frutos de um crime. Moro alega que parou de usar o aplicativo Telegram em 2017, portanto é impossível lembrar o que ele teria dito.

“Eu não reconheço a autenticidade dessas mensagens, não tenho mais essas mensagens no meu aparelho celular, Não tenho como ver essas mensagens e alegar que não minhas”.

O ministro ainda alega que nas mensagens atribuídas a ele e aos procuradores da Lava Jato não há nenhuma ilegalidade. Moro lembrou que, na Justiça brasileira, é normal um juiz fazer contato com outras partes dentro da lei.

A audiência foi marcada por tumulto, discussões, interrupções e gritaria. Parlamentares governistas e de oposição trocaram farpas enquanto atacavam ou defendiam o ex-juiz. Por diversas vezes, o presidente da CCJ Felipe Franceschini teve que intervir.

O ministro da Justiça também não poupou críticas ao site The Intercept. “Eles diziam ‘ah, eu tenho um material bombástico que eu vou revelar daqui uma semana’. E o que apareceu em três semanas? Um balão vazio, cheio de nada”.

De acordo com Moro, a Polícia Federal está investigando a invasão ao celular dele e dos procuradores da Lava Jato.

*Com informações do repórter Levy Guimarães