Pesquisa no Blog

Pesquisa no Google

 
bove=""

 

CANTINHO DO LANCHE

INSCREVA-SE EM NOSSO CANAL NO YOUTUBE

TV diário do Sertão Ao Vivo

HELIOMAR CD'S

CANAL DE PADRE FÁBIO NO YOUTUBE

QR Code - Aponte a câmera do celular para o código

Rafael Jacinto no YouTube

PADRE DJACY BRASILEIRO

NA LUTA CONSTANTE EM FAVOR

DA CLASSE MENOS FAVORECIDA 

Art Regina, Art com Grafite

Comunicação Audiovisual -Tavares/PB.

Pauliano Tomaz

Visualizações

contador de acesso
Mulher é encontrada morta dentro da cozinha de casa, em João Pessoa/PB

Mulher é encontrada morta dentro da cozinha de casa, em João Pessoa/PB

Uma mulher de 56 anos foi encontrada morta na cozinha de casa, nesta segunda-feira (29),...

Acidente com caminhão deixa dois mortos e um ferido, na PB

Acidente com caminhão deixa dois mortos e um ferido, na PB

Um caminhão carregado com brinquedos de um parque de diversões tombou na tarde...

Governo prepara anúncio de seu ambicioso programa de privatizações

Para as próximas semanas, o governo federal está preparando um anúncio de seu ambicioso programa de privatizações.

O desafio, contudo, é “desconstruir” a narrativa de que a venda de estatais vai contra os interesses e soberania nacional.

Assim sendo, a equipe econômica está em busca da melhor estratégia para divulgar o projeto que ainda encara resistência.

Até mesmo a termologia “privatização” pode ser alterada, por estar sendo considerada pela equipe econômica uma palavra “estigmatizada”.

Assim sendo, a ideia inicial é seguir o bem-sucedido modelo adotado para a reforma da Previdência.

Para isso, uma grande entrevista coletiva em Brasília seria realizada, onde o secretário Especial de Desestatização e Desinvestimento, Salim Mattar, e seus principais assessores apresentariam os principais veículos de comunicação e responderiam às dúvidas sobre o programa durante o tempo que fosse necessário a jornalistas.

No melhor dos cenários, a transmissão acontecerá em rede nacional por algum canal de TV, como aconteceu com a Previdência.

O Estadão apurou ainda que o governo também avalia a possibilidade de “fatiar” o programa de privatizações e anunciá-lo por etapas.

Desse modo, resistências desnecessárias seriam desestimuladas, como o que pode acontecer caso todos os detalhes sejam divulgados de uma vez.

De acordo com o Estadão, o programa de privatizações do atual governo pode render R$ 450 bilhões para os cofres.

Também no radar de privatizações e agenda econômica, o governo federal muda sua tática para viabilizar a privatização da Eletrobras.

De acordo com o Estadão, a equipe de Bolsonaro está preparando um novo projeto de lei para enviar ao Congresso.

O governo, por sua vez, espera ter o apoio do presidente da Câmara, Rodrigo Maia, segundo apurou o Estadão/Broadcast.

Maia, contudo, disse ao Estado, que pautas sobre privatização têm pouquíssimas chances de obter votos.

Por Pablo Vinicius Souza