Pesquisa no Blog

Pesquisa no Google

 
bove=""

 

INSCREVA-SE EM NOSSO CANAL NO YOUTUBE

TV diário do Sertão Ao Vivo

HELIOMAR CD'S

CANAL DE PADRE FÁBIO NO YOUTUBE

QR Code - Aponte a câmera do celular para o código

Rafael Jacinto no YouTube

PADRE DJACY BRASILEIRO

NA LUTA CONSTANTE EM FAVOR

DA CLASSE MENOS FAVORECIDA 

Art Regina, Art com Grafite

Comunicação Audiovisual -Tavares/PB.

Pauliano Tomaz

Visualizações

contador de acesso
Candidato à prefeitura de João Pessoa denuncia suposta ameaça

Candidato à prefeitura de João Pessoa denuncia suposta ameaça

O candidato à prefeitura de João Pessoa Nilvan Ferreira (MDB), relatou que teria...

Eleições 2020: PB tem 632 candidatos a prefeito; confira números por município

Eleições 2020: PB tem 632 candidatos a prefeito; confira números por município

Os registros das candidaturas que irão disputar as eleições municipais deste ano foram...

Candidatos nestas eleições já podem pedir votos e expor projetos na rua e na internet, mas fiscalização será rigorosa

Candidatos nestas eleições já podem pedir votos e expor projetos na rua e na internet, mas fiscalização será rigorosa

Foi dada a largada para a campanha eleitoral 2020. Conforme calendário, a partir deste...

Operação cumpre 56 mandados de prisão, busca e apreensão contra tráfico de drogas e crimes na PB

Foto: Reprodução

A Policia Civil da Paraíba, através da 21ª SECCIONAL em Solânea e Policia Militar, por meio da 7ª CIPM, realizam na manhã desta terça-feira (13), uma operação para cumprir 56 mandados, sendo 28 de prisão e 28 de busca e apreensão contra suspeitos de integrar uma organização criminosa e atuar na pratica do tráfico de drogas e crimes afins na região do Brejo Paraibano.

 As ações policiais acontecem simultaneamente nas cidades de Solânea,  Serraria, Casserengue, Cacimba de Dentro e João Pessoa.

Durante os últimos 06 meses a polícia identificou um esquema de tráfico de drogas comandado por indivíduos recolhidos no sistema prisional, já sendo possível a realização de 08 (oito) operações durante o ano de 2019 com dezenas de presos.

Verificou-se que os reclusos comandam um grupo de pessoas nas ruas que realizam diversas atividades criminosas, tais como roubos, furtos, homicídios e de forma destacada o tráfico de drogas.

 O nome da operação guarda relação com a célula de comando da ORCRIM que  disputa áreas de venda de entorpecentes.

A Operação é coordenada pelo delegado Luciano Soares, da Seccional de Campina Grande e conta com o trabalho de 200 policiais entre Policiais Civis, Policiais Militares e Bombeiros Militares e ainda com o apoio do GTA (grupo aéreo tático), auxiliando o trabalho das equipes em solo com a  aeronave acauã.

 

ClickPB