Pesquisa no Blog

Pesquisa no Google

 
bove=""

 

Canal do Blog no YouTube

PADRE DJACY BRASILEIRO

NA LUTA CONSTANTE EM FAVOR

DA CLASSE MENOS FAVORECIDA 

Rádio Web

Art Regina, Art com Grafite

Comunicação Audiovisual -Tavares/PB.

 Fone: (83) 9 9869-8213. Hélio Mendes.

STAR FOTO E VÍDEO

 

By Fábio Arrud@&Silvan@

Praça Coronel José Pereira -04

Centro-Princesa Isabel - PB

CONTATO: 041 83 999463213

         FECEBOOK

Pauliano Tomaz

Tarifa de energia fica 4,27% mais barata na Paraíba

Tarifa de energia fica 4,27% mais barata na Paraíba

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou, nesta terça-feira (20), a redução...

TCE-PB aprova por Unanimidade contas de 2017 do prefeito de Santana dos Garrotes, Dedé de Zé Paulo

TCE-PB aprova por Unanimidade contas de 2017 do prefeito de Santana dos Garrotes, Dedé de Zé Paulo

O Tribunal de Contas da Paraíba(TCE-PB), aprovou por unanimidade, nesta quarta-feira...

Operação ‘Bilhete Legal’ aponta prejuízo de R$ 150 milhões na Paraíba

Operação ‘Bilhete Legal’ aponta prejuízo de R$ 150 milhões na Paraíba

O secretário executivo da Fazenda da Paraíba, Bruno Frade, nesta terça-feira, 20, teceu...

Polícia Militar encontra corpo da jovem desaparecida em Patos

Polícia Militar encontra corpo da jovem desaparecida em Patos

A Polícia Militar confirmou que o corpo encontrado no começo da tarde desta quarta-feira,...

Prefeitura de Tavares anuncia show de Padre Nilson Nunes no dia 27 de setembro

Prefeitura de Tavares anuncia show de Padre Nilson Nunes no dia 27 de setembro

Na manhã desta terça-feira (20/08), o nosso blog recebeu a informação da Assessoria de...

  

 

Mulher circulou número no bilhete — Foto: Divulgação

Mulher circulou número no bilhete — Foto: Divulgação

Uma jovem de 19 anos foi detida em São José do Rio Claro, a 325 km de Cuiabá, depois de tentar retirar o prêmio da Mega Sena com um bilhete falsificado em uma lotérica. A ocorrência foi registrada na última quarta-feira (7). Segundo a Polícia Civil, a mulher foi ouvida e liberada em seguida.

A fraude foi notada pela funcionária da lotérica. Segundo a polícia, o código de barras do bilhete apresentado pela cliente não era aceito pelo sistema.

Ao insistir que o bilhete era premiado, a proprietária da lotérica foi chamada para resolver a situação.

 

Com o bilhete em mãos, a dona do estabelecimento notou a falsificação — classificada pela polícia como ‘grotesca’ –, e acionou os policiais. De acordo com a polícia, a mulher recortou os números e colou no bilhete que apresentou.

Depois, segundo a polícia, a mulher chegou a circular os números com uma caneta para tentar convencer os funcionários.

 

Ao ser detida, a jovem negou a falsificação, mas confessou o crime logo em seguida.

À polícia, ela contou que tentou aplicar o golpe para ajudar a família que passa por dificuldades financeiras.