Pesquisa no Blog

Pesquisa no Google

 
bove=""

 

Canal do Blog no YouTube

PADRE DJACY BRASILEIRO

NA LUTA CONSTANTE EM FAVOR

DA CLASSE MENOS FAVORECIDA 

Rádio Web

 

Art Regina, Art com Grafite

Comunicação Audiovisual -Tavares/PB.

STAR FOTO E VÍDEO

 

By Fábio Arrud@&Silvan@

Praça Coronel José Pereira -04

Centro-Princesa Isabel - PB

CONTATO: 041 83 999463213

         FECEBOOK

Pauliano Tomaz

HRPI realiza Educação Permanente para profissionais de enfermagem

HRPI realiza Educação Permanente para profissionais de enfermagem

O Hospital Regional Deputado José Pereira Lima, em Princesa Isabel, realizou ontem...

Em ação social surpresa, cantora Lexa distribui alimentos a famílias carentes na Paraíba

Em ação social surpresa, cantora Lexa distribui alimentos a famílias carentes na Paraíba

A cantora Lexa realizou uma ação social surpresa e distribuiu alimentos a famílias...

TCE rejeita contas de prefeito por falta de contribuição previdenciária e não aplicação do mínimo em educação

TCE rejeita contas de prefeito por falta de contribuição previdenciária e não aplicação do mínimo em educação

Blog do Tião Lucena - Reunido em sessão ordinária na manhã desta 4ª feira (23), o...

Pernambuco já contabiliza 489 toneladas de óleo recolhido

Pernambuco já contabiliza 489 toneladas de óleo recolhido

Até o momento, já foram recolhidas 489 toneladas de resíduos de petróleo.No esforço...

PRINCESA ISABEL: UBS Cachoeira de Minas realiza ação alusiva ao Outubro Rosa

PRINCESA ISABEL: UBS Cachoeira de Minas realiza ação alusiva ao Outubro Rosa

A Unidade Básica de Saúde da comunidade de Cachoeira de Minas, zona rural de...

O agressor de violência doméstica terá que ressarcir ao Sistema Único de Saúde (SUS) os custos médicos e hospitalares com o atendimento à vítima de suas agressões. A Lei nº 11.340, que estabelece a responsabilização, sancionada pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, está publicada no Diário Oficial da União desta quarta-feira (18).

De acordo com o texto, “aquele que, por ação ou omissão, causar lesão, violência física, sexual ou psicológica e dano moral ou patrimonial a mulher fica obrigado a ressarcir todos os danos causados, inclusive ao Sistema Único de Saúde (SUS)”. Os recursos arrecadados vão para o Fundo de Saúde do ente federado responsável pelas unidades de saúde que prestarem os serviços de atendimento à vítima de violência doméstica.

O documento diz ainda que os custos com o uso de dispositivos eletrônicos de monitoramento também deverão ser ressarcidos pelo agressor. A portaria determina ainda que os bens da vítima de violência doméstica não podem ser usados pelo autor da agressão para o pagamento dos custos e nem como atenuante de pena ou comutação, de restrição de liberdade para pecuniária.

Segundo o projeto Relógios da Violência do Instituto Maria da Penha (IMP), a cada 7,2 segundos uma mulher sofre agressão física no Brasil. Agência Brasil