Pesquisa no Blog

Pesquisa no Google

 
bove=""

 

Canal do Blog no YouTube

PADRE DJACY BRASILEIRO

NA LUTA CONSTANTE EM FAVOR

DA CLASSE MENOS FAVORECIDA 

Art Regina, Art com Grafite

Comunicação Audiovisual -Tavares/PB.

STAR FOTO E VÍDEO

 

By Fábio Arrud@&Silvan@

Praça Coronel José Pereira -04

Centro-Princesa Isabel - PB

CONTATO: 041 83 999463213

         FECEBOOK

Pauliano Tomaz

Presidente do Sindicato de Água Branca, participa de encontro com Presidente da FETAG PB, em Brasília

Presidente do Sindicato de Água Branca, participa de encontro com Presidente da FETAG PB, em Brasília

Entre os dias 25 a 29 de novembro o presidente do Sindicato dos Trabalhadores...

PRINCESA ISABEL: Cruzeiro vence primeira Copa Municipal de Futsal SUB-17

PRINCESA ISABEL: Cruzeiro vence primeira Copa Municipal de Futsal SUB-17

Com início no dia 19 de novembro, a 1ª Copa municipal de futsal sub17 contou com a...

ÁGUA BRANCA: Culminância do projeto de intervenção pedagógica 2019 da Creche Dona Zezé

ÁGUA BRANCA: Culminância do projeto de intervenção pedagógica 2019 da Creche Dona Zezé

O projeto intitulado “Toda criança tem o direito de aprender: educação infantil onde...

Jovem fica ferido após colidir com animal na curva de Neneco entre Matureia e Imaculada

Jovem fica ferido após colidir com animal na curva de Neneco entre Matureia e Imaculada

Um motociclista identificado apenas por Wilson, de idade não informada, ficou ferido na...

Operação prende trinta suspeitos de violarem tornozeleira eletrônica na PB

Operação prende trinta suspeitos de violarem tornozeleira eletrônica na PB

Uma operação desencadeada pelas policiais Civil e Militar, na manhã desta...

  

G1 - Um homem morreu na tarde desta sexta-feira (1º) no Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande, doze dias após sofrer queimaduras de 2º grau. De acordo com a delegada de Homicídios, Nercília Dantas, que acompanha o caso, o homem sofreu as queimaduras após a companheira dele jogar acetona no corpo dele e, em seguida, acender um isqueiro. Após a morte do homem, a mulher se apresen⁶tou na Central de Polícia Civil e confessou incendiou o homem após descobrir uma traição.
 
Tercio Andrade Ferreira, de 26 anos, estava internado no Hospital de Trauma de Campina Grande desde o dia 21 de outubro deste ano. Conforme a delegado, até então nenhum parente dele havia ido até a delegacia registrar um Boletim de Ocorrência. Mas, após a morte da vítima nesta sexta-feira, a mulher e a família da vítima foram até a polícia e relataram o caso.
 
“Ela conta que descobriu uma traição dele. No dia, eles dois estavam bebendo e, ao chegar em casa, quando ele dormiu, ela jogou acetona no corpo dele e depois acendeu um isqueiro. Ela ainda diz que, após fazer isso, se arrependeu e tentou socorrer ele, mas ele já estava todo queimado”, relatou a delegada.
 
Em depoimento à polícia, a família da vítima disse que, após a mulher queimar Tercio Andrade, o homem correu para a casa do pai dele, que ficava próximo à residência do casal. “Ele foi levado para o Hospital, deu entrada já inconsciente e precisou ser entubado urgentemente. Esse tempo todo ele estava em estado grave e, infelizmente, não resistiu”, explicou Nercília Dantas.
 
Ainda conforme relato de testemunhas à polícia, antes de cometer o crime, a mulher já havia ameaçado tocar fogo no companheiro. “A mulher se apresentou e disse que se arrependeu do que fez, inclusive que está sendo ameaçada pelos parentes da vítima. Ela pediu pra ficar presa, mas isso não é possível já que não houve flagrante e não há mandado de prisão contra ela ainda”, salientou a delegada.
 
A delegada informou que a mulher vai responder por homicídio doloso, mas que, por não haver flagrante, e a morte da vítima ter sido registrada 12 dias após o fato, até então ela deve responder em liberdade. “Se durante o processo for necessário a prisão preventiva dela, aí é que devemos prendê-la”, concluiu Nercília Dantas.

Fonte- G1 PB