Pesquisa no Blog

Pesquisa no Google

 
bove=""

 

CANTINHO DO LANCHE

INSCREVA-SE EM NOSSO CANAL NO YOUTUBE

TV diário do Sertão Ao Vivo

HELIOMAR CD'S

CANAL DE PADRE FÁBIO NO YOUTUBE

QR Code - Aponte a câmera do celular para o código

Rafael Jacinto no YouTube

PADRE DJACY BRASILEIRO

NA LUTA CONSTANTE EM FAVOR

DA CLASSE MENOS FAVORECIDA 

Art Regina, Art com Grafite

Comunicação Audiovisual -Tavares/PB.

Pauliano Tomaz

Visualizações

contador de acesso
PRINCESA ISABEL: Secretária de saúde visita UBS’S e fala sobre resolutividade da Rede de Atenção Básica

PRINCESA ISABEL: Secretária de saúde visita UBS’S e fala sobre resolutividade da Rede de Atenção Básica

A Secretária de Saúde de Princesa Isabel, Nininha Lucena, visitou as Unidades...

TAVARES: Boletim Epidemiológico e Mapa referente aos casos confirmados dos dias 21 a 25 de setembro

TAVARES: Boletim Epidemiológico e Mapa referente aos casos confirmados dos dias 21 a 25 de setembro

A prefeitura de Tavares, no Sertão da Paraíba, por meio da Secretaria Municipal de...

Foi deflagrado manhã deste sábado, 07, a operação policial intitulada “Rabo da Gata”, pelas polícias Civil e Militar, da 16ª Área Integrada de Segurança Pública, coordenadas pelo delegado Cristiano Jacques e capitão Firmino Veras, com o objetivo de reprimir o tráfico ilícito de entorpecentes e roubos a estabelecimentos comerciais e residenciais. As prisões se deram no município de Imaculada, na área urbana e, rural no distrito de Palmeira; em Água Branca no Sítio Mereco e no município pernambucano de Santa Terezinha. A polícia paraibana contou com o apoio da CIOSAC e I.N. da PM/PE.

Segundo a polícia, a associação criminosa era comandada por Algério Simoa da Silva, conhecido por “Canca” ou “Canca de Solidão”, que distribuía as drogas (maconha e cocaína) para as cidades paraibanas de Imaculada, Água Branca, Tavares e Santa Terezinha, no estado de Pernambuco. “Canca” também recrutava adolescentes da região (Paraíba/Pernambuco) para praticarem assaltos a estabelecimentos comerciais e as residências. Ele é suspeito de envolvimento com roubo de veículos e venda de carros e motos de origem criminosa.

Algério Simoa da Silva, conhecido por “Canca”, já tem várias condenações por envolvimento em assaltos no Estado da Paraíba e Pernambuco. Ele é apontado como idealizador da fuga da cadeia de Princesa Isabel no ano de 2016, onde fugiram vários presos, respondendo a processo criminal por tal crime.

Foram presos durante a operação policial: Algério Simoa da Silva, conhecido por “Canca”, Paulo Sérgio soares Oliveira, vulgo “Paulinho da Vila”, Hércules Clayton de Sousa Oliveira, vulgo “Hércules”, Maria Aparecida Rodrigues Teixeira, vulgo “Neguinha”, Edilene Pereira Sousa, vulgo “Edilene Loura”, Damião Pereira de Lima, vulgo “Damião de Juvenal”, Ivone da Silva Brasil e José David Fernandes de Oliveira.

A Polícia Civil está apurando o envolvimento de outras pessoas com o grupo, que poderão serem presas na segunda fase da operação policial em destaque.
Segundo informou a polícia civil, através do delegado Cristiano Jacques, mesmo antes de sair da cadeia, Agério Simoa da Silva, conhecido por “Canca”, comandava de dentro do Presidio, o tráfico de drogas na região, sendo suspeito, inclusive, de ter construído uma casa no município de Imaculada com dinheiro proveniente da venda de entorpecentes.

Com a prisão do grupo, esperamos reduzir de forma significativa a venda de drogas ilícitas e diminuir os roubos a estabelecimentos comerciais e pessoas que estavam sendo praticados pela associação criminosa.

Assessoria – Polícia Civil