Pesquisa no Blog

Pesquisa no Google

 
bove=""

 

CANTINHO DO LANCHE

INSCREVA-SE EM NOSSO CANAL NO YOUTUBE

TV diário do Sertão Ao Vivo

HELIOMAR CD'S

CANAL DE PADRE FÁBIO NO YOUTUBE

QR Code - Aponte a câmera do celular para o código

Rafael Jacinto no YouTube

PADRE DJACY BRASILEIRO

NA LUTA CONSTANTE EM FAVOR

DA CLASSE MENOS FAVORECIDA 

Art Regina, Art com Grafite

Comunicação Audiovisual -Tavares/PB.

Pauliano Tomaz

Visualizações

contador de acesso
Mulher é encontrada morta dentro da cozinha de casa, em João Pessoa/PB

Mulher é encontrada morta dentro da cozinha de casa, em João Pessoa/PB

Uma mulher de 56 anos foi encontrada morta na cozinha de casa, nesta segunda-feira (29),...

Acidente com caminhão deixa dois mortos e um ferido, na PB

Acidente com caminhão deixa dois mortos e um ferido, na PB

Um caminhão carregado com brinquedos de um parque de diversões tombou na tarde...

Foto: Reprodução/WhatsApp

Uma criança de 1 ano e 9 meses de idade ficou presa dentro de uma panela de pressão e foi resgatada pelo Corpo de Bombeiros. O caso aconteceu em Goiana, na Região Metropolitana do Recife, na noite da sexta-feira (6) e foi divulgado pela corporação na manhã deste sábado (7).

A menina estava brincando com a panela quando entrou nela, ficou presa pela cintura e não conseguiu mais sair, segundo o Corpo de Bombeiros, que foi acionado pela mãe da criança. O resgate teve início às 18h19, na Rua Nova Goiana, e durou aproximadamente uma hora.

Após tentarem retirar a criança de dentro da panela normalmente, mas sem êxito, os bombeiros utilizaram ferramentas de corte para resgatar a menina, que não ficou ferida na ocorrência.

“Apesar do susto, mãe e filha passam bem. A genitora prometeu que brincaria de outra coisa”, informou o Corpo de Bombeiros por meio de nota.

Panela de pressão em que criança ficou presa foi cortada por bombeiros durante o resgate — Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação

Do G1 Pernambuco

Panela de pressão em que criança ficou presa foi cortada por bombeiros durante o resgate — Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação