Pesquisa no Blog

Pesquisa no Google

 
bove=""

 

CANTINHO DO LANCHE

INSCREVA-SE EM NOSSO CANAL NO YOUTUBE

TV diário do Sertão Ao Vivo

HELIOMAR CD'S

CANAL DE PADRE FÁBIO NO YOUTUBE

QR Code - Aponte a câmera do celular para o código

Rafael Jacinto no YouTube

PADRE DJACY BRASILEIRO

NA LUTA CONSTANTE EM FAVOR

DA CLASSE MENOS FAVORECIDA 

Art Regina, Art com Grafite

Comunicação Audiovisual -Tavares/PB.

Pauliano Tomaz

Visualizações

contador de acesso
Princesa Isabel: Academia da Saúde do Padre Ibiapina é inaugurada

Princesa Isabel: Academia da Saúde do Padre Ibiapina é inaugurada

A prefeitura de Princesa Isabel, através da Secretaria Municipal de Saúde, entregou...

TAVARES: Prefeito Ailton Suassuna cobra explicações da Cagepa sobre falta d'água na cidade

TAVARES: Prefeito Ailton Suassuna cobra explicações da Cagepa sobre falta d'água na cidade

Nesta quarta-feira, 30/09, o prefeito de Tavares, no Sertão da Paraíba, Dr. Ailton...

Governo divulga lista de agricultores selecionados para o Programa de Aquisição de Alimentos

Governo divulga lista de agricultores selecionados para o Programa de Aquisição de Alimentos

O Governo do Estado, por meio da Secretaria Executiva de Segurança Alimentar e Economia...

O paraibano Leonardo Rolim é o novo presidente do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Leonardo assume o lugar de Renato Vieira após o Secretário Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Rogério Marinho, anunciar nesta terça-feira (28) a sua demissão.

Leonardo Rolim ocupava a Secretaria de Previdência, órgão da secretaria especial comandada por Rogério Marinho.

Rolim é natural de Cajazeiras, na Paraíba. Ele é irmão da jornalista falecida Lena Guimarães. 

De acordo com o secretário Rogério Marinho, a demissão de Renato aconteceu após uma conversa amadurecida há 15 dias.

“Hoje tivemos uma conversa com o presidente Renato Vieira, e ele consolidou sua posição de sair do INSS, a pedido. Foi uma conversa amadurecida ao longo dos últimos 15 dias. O Renato acha que precisa se dedicar a seus projetos e nós aceitamos sua demissão”, disse.

Segundo Vieira, a demissão aconteceu por questões particulares e não por causa das filas de espera na concessão de benefícios do INSS.

 

Click PB