Pesquisa no Blog

Pesquisa no Google

 
bove=""

 

CANTINHO DO LANCHE

INSCREVA-SE EM NOSSO CANAL NO YOUTUBE

TV diário do Sertão Ao Vivo

HELIOMAR CD'S

CANAL DE PADRE FÁBIO NO YOUTUBE

QR Code - Aponte a câmera do celular para o código

Rafael Jacinto no YouTube

PADRE DJACY BRASILEIRO

NA LUTA CONSTANTE EM FAVOR

DA CLASSE MENOS FAVORECIDA 

Art Regina, Art com Grafite

Comunicação Audiovisual -Tavares/PB.

Pauliano Tomaz

Visualizações

contador de acesso
ÁGUA BRANCA: Secretaria Municipal de Saúde divulga boletim referente ao cenário epidemiológico da Covid-19 no município

ÁGUA BRANCA: Secretaria Municipal de Saúde divulga boletim referente ao cenário epidemiológico da Covid-19 no município

A Secretaria Municipal de Saúde de Água Branca, região da Serra do Teixeira, Sertão...

Na PB, Carro de candidata a prefeita é atingido por tiros e seguranças ficam feridos

Na PB, Carro de candidata a prefeita é atingido por tiros e seguranças ficam feridos

Carro de candidata a prefeita de Conde é atingido por tiros e seguranças ficam...

Supremo vive primeira crise sob presidência de Fux

Supremo vive primeira crise sob presidência de Fux

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, empossado há menos de um mês,...

Portal WSCOM

Polícia Federal da Paraíba deflagrou, na manhã desta quarta-feira (29), em conjunto com a Sudema, a Operação Jampa Verde 3, com objetivo de combater extração de areia sem autorização da Agência Nacional de Mineração (ANM) e da Sudema no município de São Miguel do Taipu, na Mata Paraibana.

A Operação conjunta contou com a participação 15 servidores, entre policiais federais e funcionários públicos da Sudema.

Caso

A operação investiga a exploração ilegal de areia no leito do Rio Paraíba, em área sem autorização ambiental.

Relembra-se que, nas datas de 31/7/2019 e 17/01/2020, a Polícia Federal desencadeou as Operações Jampa Verde 1 e 2, as quais também tiverem como escopo a repressão de extração de recursos minerais, sem a competente autorização.

As fiscalizações e ações conjuntas ambientais serão intensificadas pela Polícia Federal no Estado da Paraíba em 2020.

Crimes

Os investigados poderão ser indiciados nos crimes do art. 55 da Lei 9.605/1998, combinado com o art. 2 da Lei 8.176/1991, cujas penas somadas poderão ultrapassar 5 anos de prisão.