Pesquisa no Blog

Pesquisa no Google

 
bove=""

 

MARTA ALVES

PREVISÃO DO TEMPO

INSCREVA-SE EM NOSSO CANAL NO YOUTUBE

HELIOMAR CD'S

CANAL DE PADRE FÁBIO NO YOUTUBE

QR Code - Aponte a câmera do celular para o código

Rafael Jacinto no YouTube

PADRE DJACY BRASILEIRO

NA LUTA CONSTANTE EM FAVOR

DA CLASSE MENOS FAVORECIDA 

Art Regina, Art com Grafite

Comunicação Audiovisual -Tavares/PB.

Pauliano Tomaz

Prefeito Ricardo Pereira convida macrorregião a participar do Orçamento Democrático Estadual digital dia 19 de agosto

Prefeito Ricardo Pereira convida macrorregião a participar do Orçamento Democrático Estadual digital dia 19 de agosto

Um dos mais importantes canais de diálogo entre governo e sociedade, o Orçamento...

Justiça Eleitoral determina bloqueio de bens e valores de Alckmin

Justiça Eleitoral determina bloqueio de bens e valores de Alckmin

Congresso em FocoA Justiça Eleitoral de São Paulo determinou o bloqueio de...

Ricardo Pereira comemora números da pesquisa PB Agora/ Datavox em Princesa

Ricardo Pereira comemora números da pesquisa PB Agora/ Datavox em Princesa

O prefeito do município de Princesa Isabel e pré-candidato à reeleição, Ricardo Pereira,...

Após homicídio, carro é incendiado por desconhecidos na PB-400 em São José de Piranhas

Após homicídio, carro é incendiado por desconhecidos na PB-400 em São José de Piranhas

Um homem da cidade João Câmara, no Rio Grande do Norte, foi executado a tiros na casa de...

O jornalista brasileiro Léo Veras foi assassinado por pistoleiros nesta quarta-feira (12) na cidade de Pedro Juan Caballero, no Paraguai. Segundo o chefe da polícia do departamento de Amambay, o crime foi possivelmente cometido em represália às publicações de Veras no site que comandava.

O jornalista foi morto com doze tiros por dois homens encapuzados enquanto jantava com a família no quintal de sua casa, de acordo com o jornal paraguaio ABC Color. Veras tentou fugir quando viu os pistoleiros se aproximando, mas um dos disparos acertou sua cabeça.

O crime aconteceu por volta das 21h desta quarta. O jornalista chegou a ser levado para o hospital, mas não resistiu aos ferimentos.

O chefe da polícia de Amambay, Ignacio Rodríguez Villalba, afirmou ao ABC Color que as autoridades já possuem informações sobre os suspeitos pelo crime:

“Segundo certas informações, (o crime foi causado por) publicações que ele fez sobre o crime organizado. Nos últimos tempos, ele fez muitas publicações na fronteira”, disse Rodríguez.


A polícia afirmou ainda que Veras vinha recebendo ameaças de morte e que está fazendo “todo o possível” para solucionar o caso. Pedro Juan Caballero faz fronteira com Ponta Porã, cidade sul-mato-grossense a 342 quilômetros de Campo Grande.

Léo Veras é bastante conhecido em Mato Grosso do Sul por seu trabalho. Ele era o dono do site de notícias policiais Porã News, que noticiava situações relacionadas ao tráfico de drogas.

Com Blog do Márcio Rangel