Pesquisa no Blog

Pesquisa no Google

 
bove=""

 

MARTA ALVES

PREVISÃO DO TEMPO

INSCREVA-SE EM NOSSO CANAL NO YOUTUBE

HELIOMAR CD'S

CANAL DE PADRE FÁBIO NO YOUTUBE

QR Code - Aponte a câmera do celular para o código

Rafael Jacinto no YouTube

PADRE DJACY BRASILEIRO

NA LUTA CONSTANTE EM FAVOR

DA CLASSE MENOS FAVORECIDA 

Art Regina, Art com Grafite

Comunicação Audiovisual -Tavares/PB.

Pauliano Tomaz

Prefeito Ricardo Pereira convida macrorregião a participar do Orçamento Democrático Estadual digital dia 19 de agosto

Prefeito Ricardo Pereira convida macrorregião a participar do Orçamento Democrático Estadual digital dia 19 de agosto

Um dos mais importantes canais de diálogo entre governo e sociedade, o Orçamento...

Justiça Eleitoral determina bloqueio de bens e valores de Alckmin

Justiça Eleitoral determina bloqueio de bens e valores de Alckmin

Congresso em FocoA Justiça Eleitoral de São Paulo determinou o bloqueio de...

Ricardo Pereira comemora números da pesquisa PB Agora/ Datavox em Princesa

Ricardo Pereira comemora números da pesquisa PB Agora/ Datavox em Princesa

O prefeito do município de Princesa Isabel e pré-candidato à reeleição, Ricardo Pereira,...

Após homicídio, carro é incendiado por desconhecidos na PB-400 em São José de Piranhas

Após homicídio, carro é incendiado por desconhecidos na PB-400 em São José de Piranhas

Um homem da cidade João Câmara, no Rio Grande do Norte, foi executado a tiros na casa de...

A Polícia Civil do Distrito Federal encontrou um tubarão criado em cativeiro, nessa sexta-feira (11), em Vicente Pires, região administrativa do Distrito Federal. A descoberta ocorre na mesma semana em que policiais apreenderam uma cobra naja, criada irregularmente por um estudante de veterinária que foi picado por ela na última terça.

Segundo a Delegacia Especial de Proteção ao Meio Ambiente (Dema), o proprietário do tubarão não tinha autorização para criar animais exóticos. Ele é suspeito de integrar um esquema de tráfico de animais silvestres. Um tubarão-lixa ou enfermeiro, como foi identificado, pode medir até quatro metros de comprimento.

 

Os policiais chegaram até a residência após denúncia anônima. No local foram encontrados outros animais aquáticos, cobras e aves exóticas.

Na terça o estudante Pedro Henrique Santos Krambek Lehmkul, de 22 anos, foi picado pela cobra naja que criava ilegalmente. Ele está internado em estado grave. O animal foi localizado às margens do Lago Paranoá junto a um shopping center.

No dia seguinte, após denúncia anônima, os policiais chegaram a uma fazenda em Planaltina (DF), onde encontraram 16 serpentes exóticas, que não existem no Brasil, escondidas em caixas. O jovem e outros amigos são suspeitos de serem os donos das cobras. Eles também são investigados por tráfico de animais.

Congresso em Foco