Pesquisa no Blog

Pesquisa no Google

 
bove=""

 

CANTINHO DO LANCHE

INSCREVA-SE EM NOSSO CANAL NO YOUTUBE

TV diário do Sertão Ao Vivo

HELIOMAR CD'S

CANAL DE PADRE FÁBIO NO YOUTUBE

QR Code - Aponte a câmera do celular para o código

Rafael Jacinto no YouTube

PADRE DJACY BRASILEIRO

NA LUTA CONSTANTE EM FAVOR

DA CLASSE MENOS FAVORECIDA 

Art Regina, Art com Grafite

Comunicação Audiovisual -Tavares/PB.

Pauliano Tomaz

Visualizações

contador de acesso
Ricardo Pereira vai a Brasília em busca de mais recursos para Princesa

Ricardo Pereira vai a Brasília em busca de mais recursos para Princesa

O prefeito de Princesa Isabel, Ricardo Pereira, esteve em Brasília nas últimas segunda e...

Morre Diego Maradona, aos 60 anos

Morre Diego Maradona, aos 60 anos

O ex-jogador de futebol argentino Diego Armando Maradona morreu nesta quarta-feira...

Polícia prende casal que transportava 750 comprimidos de ecstasy para Conceição

Polícia prende casal que transportava 750 comprimidos de ecstasy para Conceição

O Núcleo de Combate ao Tráfico de Drogas da Polícia Civil de Juazeiro do Norte pendeu,...

Nenhuma descrição disponível.

Na manhã desta quinta-feira, 30 de julho, o Secretário de Cultura de Juru, no Sertão da Paraíba, José Carlos, e o Secretário de Juventude, Esporte , Turismos e Lazer, Marquinhos Alves, estiveram no gabinete do Prefeito Luiz Galvão, debatendo os eixos da Lei Aldair Blanc, lei de auxílio emergencial aos fazedores de cultura do município.

O chefe do executivo juruense já autorizou todo procedimento legal, desde os cadastros que se iniciam na próxima terça-feira, dia 04 de agosto, no site da Prefeitura Municipal de Juru, através do link http://juru.pb.gov.br/ em aba específica que estará disponível na data citada; para termos como base informações precisas dos produtores.

A secretaria está também discutindo com Conselho Municipal de Politicas Culturais remotamente, alguns destaques, entre eles o auxílio às pessoas que não tem habilidades em inscrição online, disponibilizando local e telefone para atendimento de forma, cautelosa e ordenada.

"estamos no aguardo agora da regulamentação do Governo Federal e também Estadual, para termos como base o texto, para adaptação a nossa realidade", destacou José Carlos.