Pesquisa no Blog

Pesquisa no Google

 
bove=""

 

CANTINHO DO LANCHE

INSCREVA-SE EM NOSSO CANAL NO YOUTUBE

TV diário do Sertão Ao Vivo

HELIOMAR CD'S

CANAL DE PADRE FÁBIO NO YOUTUBE

QR Code - Aponte a câmera do celular para o código

Rafael Jacinto no YouTube

PADRE DJACY BRASILEIRO

NA LUTA CONSTANTE EM FAVOR

DA CLASSE MENOS FAVORECIDA 

Art Regina, Art com Grafite

Comunicação Audiovisual -Tavares/PB.

Pauliano Tomaz

Visualizações

contador de acesso
Menos de 10 cursos superiores à distância alcançam nota máxima no Enade de 2019

Menos de 10 cursos superiores à distância alcançam nota máxima no Enade de 2019

Apenas 511 dos 8.368 cursos superiores avaliados pelo Exame Nacional de Desempenho de...

João Azevêdo anuncia para novembro convocação de 590 professores concursados

João Azevêdo anuncia para novembro convocação de 590 professores concursados

O governador João Azevedo disse hoje que assina em novembro a convocação de 590 novos...

Governo da PB renova estado de calamidade pública por 180 dias devido ao coronavírus

Governo da PB renova estado de calamidade pública por 180 dias devido ao coronavírus

O Governo da Paraíba renovou por mais 180 dias o decreto de estado de calamidade pública,...

O candidato à prefeitura de João Pessoa Nilvan Ferreira (MDB), relatou que teria sofrido uma ameaça de um homem armado durante um ato de campanha no bairro de Cabo Branco, na Zona Leste da Capital, na manhã deste domingo (27).

O suspeito teria sacado uma arma em direção ao candidato e militantes próximos, promovendo ameaças e agressões verbais e fugindo em seguida.

    Após o ocorrido, o candidato se dirigiu para a Central de Polícia, no bairro do Geisel, na Zona Sul de João Pessoa, onde prestou boletim de ocorrência na Central de Flagrantes.

    Segundo o registro da ocorrência, estava previsto um ‘bandeiraço’ da militância do candidato em uma esquina da Avenida Epitácio Pessoa, na orla de Cabo Branco. Nilvan relata que o clima era de tranquilidade no local até a chegada dele. No entanto, minutos depois, ele diz que precisou ser retirado do local em virtude do fato já citado. O relato detalhado colhido pela polícia diz que um homem saiu de um carro e ameaçou as pessoas que estavam lá, incluindo o candidato, e que algo pior não aconteceu porque pessoas que estavam próximas ao automóvel impediram. Fonte: Portal Correio