Pesquisa no Blog

Pesquisa no Google

 
bove=""

 

CANTINHO DO LANCHE

INSCREVA-SE EM NOSSO CANAL NO YOUTUBE

HELIOMAR CD'S

CANAL DE PADRE FÁBIO NO YOUTUBE

QR Code - Aponte a câmera do celular para o código

Rafael Jacinto no YouTube

Art Regina, Art com Grafite

Comunicação Audiovisual -Tavares/PB.

Pauliano Tomaz

Visualizações

contador de acesso
Flores: prefeitura decreta fechamento de bares, restaurantes e suspensão de eventos por 20 dias

Flores: prefeitura decreta fechamento de bares, restaurantes e suspensão de eventos por 20 dias

A prefeitura de Flores, que já havia suspendido as atividades da feira livre por 20 dias...

Sequência de alta do petróleo deixa gasolina e diesel mais caros e etanol mais atrativo

Sequência de alta do petróleo deixa gasolina e diesel mais caros e etanol mais atrativo

Preço do etanol se manteve estável. Na Paraíba, o litro do etanol hidratado vendido...

Suspeito de matar sargento da PM do Vale do Piancó é preso em Goiás

Suspeito de matar sargento da PM do Vale do Piancó é preso em Goiás

A Polícia Civil de Goiás, através da 22ª Delegacia Distrital de Polícia (DDP) de...

Nenhuma descrição disponível.

Alvo de mandado de busca e apreensão, o vice-líder do governo Bolsonaro, senador Chico Rodrigues (DEM-RR), teria sido flagrado pela Polícia Federal com dinheiro escondido entre as nádegas. A informação é da revista Crusoé.

O parlamentar foi revistado em operação da PF deflagrada em conjunto com a Controladoria-Geral da União (CGU) na manhã desta quarta-feira (14/10). Os mandados foram cumpridos em Boa Vista, capital de Roraima,.

Chico é suspeito de supostamente promover desvios de recursos públicos destinados ao combate à pandemia da Covid-19.

O parlamentar está na mira da Operação Desvid-19, que investiga um esquema de desvio de aproximadamente R$ 20 milhões em emendas parlamentares destinados à Secretaria de Saúde de Roraima para o combate do novo coronavírus. Ao todo, foram cumpridos sete mandados de busca e apreensão.

A defesa

Em nota, Rodrigues afirmou que teve “o lar invadido por apenas ter feito o seu trabalho” e que irá “provar que não teve nada a ver com qualquer ato ilícito”.

“Tenho um passado limpo e uma vida decente. Nunca me envolvi em escândalos de nenhum porte. Se houve processos contra minha pessoa no passado, foi provado na Justiça que sou inocente”, disse.

Paraíba Já