Pesquisa no Blog

Pesquisa no Google

Logotipo Do Google, Logo, Google Imagens png transparente grátis
 
bove=""

 

TV Diário do Sertão - Parceria

Cantinho do Lanche - Pov. Jurema

Inscreva-se em nosso canal no YouTube

Heliomar CD's

Canal de Padre Fábio de Abreu, no YouTube

QR Code - Aponte a câmera do celular para o código

Art Regina, Art com Grafite

Comunicação Audiovisual -Tavares/PB.

Pauliano Tomaz

Visualizações

conter12 
Meu Ip
Prefeitura de Juru assegura transporte gratuito para alunos que realizam o Enem. Saiba mais!

Prefeitura de Juru assegura transporte gratuito para alunos que realizam o Enem. Saiba mais!

A Prefeitura Municipal de Juru, no Sertão da Paraíba, através da Secretaria de Educação...

Enfermeira de São Paulo é a primeira brasileira a ser vacinada com a CoronaVac

Enfermeira de São Paulo é a primeira brasileira a ser vacinada com a CoronaVac

Jovem PanA enfermeira Mônica Calazans, de 54 anos, foi a primeira brasileira a...

Anvisa aprova uso emergencial de vacinas de Oxford e CoronaVac

Anvisa aprova uso emergencial de vacinas de Oxford e CoronaVac

Por G1 A diretoria da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa)...

Primeiros dez meses de 2015 são os mais quentes já registrados

 

Outubro e os primeiros dez meses de 2015 foram os mais quentes da história moderna, informaram nesta quarta-feira (18/11) os cientistas do governo americano. "A temperatura global média nas superfícies terrestres e oceanos em outubro de 2015 foi a mais alta para esse mês desde que teve início o registro em 1880", indicou em relatório mensal a Administração Nacional Oceânica e Atmosférica americana (NOAA). Os dados implicam que 2015 se encaminha para ser o mais quente desde 1880, em um momento em que as preocupações pelo aquecimento global serão discutidas na Cúpula do Clima de Paris, de 30 de novembro a 11 de dezembro. Segundo a NOAA, outubro foi o sexto mês consecutivo que rompe os recordes mundiais, pelo qual a média de temperaturas na superfície terrestre e os oceanos foi de 0,86 graus Celsius superior que a média no século XX. Entre janeiro e outubro passados, também foi registrado "um recorde de calor", superando o do ano passado em 0,12 graus, detalhou a NOAA. "Oito dos dez primeiros meses de 2015 foram recordes de calor para os respectivos meses". Por sua parte, os Estados Unidos registraram o mais quente outubro desde 1963 e na Austrália desde 1910, enquanto a África bateu todos os recordes. Partes da América do Sul, Europa Oriental e Rússia atingiram mais frio do que as temperaturas médias registradas neste relatório. O mar ártico tem o seu sexto mais baixo no registro desde 1979. As condições criadas pelo El Niño ajudaram a aumentar a temperatura global do mar, 0,85 graus acima da média no século passado, explicou a NOAA.



Redação

 

pbagora