Pesquisa no Blog

Pesquisa no Google

 
bove=""

 

Vereador Wilson do Silvestre/Tavares-PB

"Trabalho com Transparência"

Vereadora Lenira - Tavares/PB

PADRE DJACY BRASILEIRO

NA LUTA CONSTANTE EM FAVOR

DA CLASSE MENOS FAVORECIDA 

DO  SERTÃO PARAIBANO

Rádio Web

KM JUREMA

    Org. Pauliano Tomaz (Mimim)

Art Regina, Art com grafite

O CANAL DO BLOG NO YOUTUBE

     Comunicação Audiovisual                  

        fone: (83)9 98698213

            Hélio Mendes

BLOGS PARCEIROS

POLÍTICA 24h

Blog do Ary Ramalho

LHD Sports

Blog do Ângelo Lima

Blog do Magno Dantas

O Blog de Piancó

Diamante On-Line

Juru em Destaque

Blog do Veras - A Notícia em Primeira Mão.!

Ir para a home do site

Hora do Vale

STAR FOTO E VÍDEO

  

By Fábio Arrud@&Silvan@

Praça Coronel José Pereira -04

Centro-Princesa Isabel - PB

CONTATO: 041 83 999463213

                   FECEBOOK

ESPAÇO DEMOCRÁTICO, MANDE 

SUAS INFORMAÇÕES.

VOCÊ É RESPONSÁVEL PELO

CONTEÚDO QUE NOS ENVIA!!!

 Corpo de Marcondes Plácido é sepultado debaixo de grande comoção no Povoado Belém em Tavares.

Corpo de Marcondes Plácido é sepultado debaixo de grande comoção no Povoado Belém em Tavares.

Foi sepultado com grande comoção na tarde desta quarta-feira (20/09) no Povoado...

Funcionários dos Correios na PB entram em greve por tempo indeterminado; saiba mais...

Funcionários dos Correios na PB entram em greve por tempo indeterminado; saiba mais...

  Os funcionários das Empresas de Correios e Telégrafos (ECT) na...

Homem é preso suspeito de furtar picanha para fazer churrasco com amigos, na Paraíba; saiba mais...

Homem é preso suspeito de furtar picanha para fazer churrasco com amigos, na Paraíba; saiba mais...

Um homem de 38 anos foi preso, na manhã desta terça-feira (19), suspeito de furtar uma...

Sessão da Câmara Itinerante é realizada no Povoado Jurema em Tavares, com várias proposituras do Vereador Wilson do Silvestre

Sessão da Câmara Itinerante é realizada no Povoado Jurema em Tavares, com várias proposituras do Vereador Wilson do Silvestre

A população do Povoado Jurema na zona rural do município de Tavares, no Sertão da...

Assaltante dispara contra ônibus com quase 40 estudantes: “momento de terror”

Assaltante dispara contra ônibus com quase 40 estudantes: “momento de terror”

  Cerca de 40 estudantes da cidade de Poço José de Moura, cidade a quase 45...

 

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Gilmar Mendes, marcou para os dias 6, 7 e 8 de junho o julgamento da ação que pode levar à cassação da chapa Dilma-Temer, vencedora das eleições de 2014. Segundo informações do TSE, foram reservadas quatro sessões para deliberar sobre o processo movido pelo PSDB — duas ordinárias e duas extraordinárias.

O Tribunal vai decidir se existem indícios suficientes de abuso de poder político e econômico para cassar a chapa, o que, na prática, significa retirar do cargo o presidente Michel Temer, levando à convocação de eleições indiretas. Neste caso, ele ainda poderia concorrer à vaga que será votada pelos membros do Congresso Nacional.

As sessões foram agendadas para as 19 horas no dia 6 de junho (terça-feira); às 19h em 7 de junho (quarta-feira) e às 9h e às 19h em 8 de junho (quinta-feira).

O julgamento havia começado em 4 de abril, mas foi interrompido após os sete ministros da corte decidirem por unanimidade reabrir a etapa de coleta de provas, fixar um prazo de cinco dias para as alegações finais das partes e autorizar a realização de quatro novos depoimentos — do ex-ministro da Fazenda Guido Mantega, do marqueteiro João Santana, da empresária Mônica Moura e de André Santana, assistente do casal.

O processo pode ser suspendido novamente se algum ministro fizer pedido de vista (mais tempo para avaliar o caso) ou se alguma questão de ordem for aceita pela corte.

Em depoimentos sigilosos ao ministro Herman Benjamin, relator do processo na corte, o casal de marqueteiros afirmou que a ex-presidente Dilma Rousseff sabia do uso do caixa dois na sua campanha à reeleição e que não tratou de assuntos financeiros com Temer. Com base nessas alegações, o vice-procurador-geral eleitoral Nicolao Dino voltou a pedir que apenas Dilma se torne inelegível por oito anos. Ele, no entanto, recomendou que os dois sejam cassados por considerar inviável a divisão da chapa.