Pesquisa no Blog

Pesquisa no Google

 
bove=""

 

Vereadora Lenira - Tavares/PB

REAL JUREMA CAMPEÃ 2017 DO CAMPEONATO TAVARENSE DE FUTEBOL

 

 

 

PADRE DJACY BRASILEIRO

NA LUTA CONSTANTE EM FAVOR

DA CLASSE MENOS FAVORECIDA 

Rádio Web

KM JUREMA CLIQUE NA IMAGEM ABAIXO E OUÇA A RÁDIO AO VIVO

Art Regina, Art com grafite

Comunicação Audiovisual                  

fone: (83) 9-98698213

Hélio Mendes

STAR FOTO E VÍDEO

 

By Fábio Arrud@&Silvan@

Praça Coronel José Pereira -04

Centro-Princesa Isabel - PB

CONTATO: 041 83 999463213

         FECEBOOK

Tavares: Prefeito Ailton Suassuna assina mais um convênio com o governo do estado para pavimentação de ruas.

Tavares: Prefeito Ailton Suassuna assina mais um convênio com o governo do estado para pavimentação de ruas.

O prefeito de Tavares, no Sertão da Paraíba, Dr. Ailton Suassuna (MDB), assinou na última...

NESTA MADRUGADA (23.06) AGÊNCIAS DO BRADESCO E CORREIOS SÃO EXPLODIDAS EM IMACULADA/PB - FOTOS E VÍDEO.

NESTA MADRUGADA (23.06) AGÊNCIAS DO BRADESCO E CORREIOS SÃO EXPLODIDAS EM IMACULADA/PB - FOTOS E VÍDEO.

Após a ação os criminosos fugiram tomando destino ignorado. As agências do...

Filho é preso acusado de espancar e a mãe no Vale do Piancó

Filho é preso acusado de espancar e a mãe no Vale do Piancó

A Polícia Militar da cidade de Conceição foi acionada e prendeu, por volta das 22h,...

Juninho Pernambucano solta o verbo contra narração de Galvão Bueno

Juninho Pernambucano solta o verbo contra narração de Galvão Bueno

A seleção brasileira sofreu para vencer a Costa Rica nesta sexta-feira (22). A...

 

O Batalhão de Policiamento Ambiental (BPAmb) na Paraíba apreendeu 250 aves silvestres, duas espingardas, além de materiais de caça durante operação no Sertão paraibano na semana passada. Trata-se da operação “Migratórius”, que foi realizada em parceria com o Ibama, com o objetivo de combater a caça ilegal de animais silvestres e outros crimes ambientais.
 
De acordo com o comandante do BPAmb, major Lucas, a ação aconteceu do dia 27 de julho até o dia 7 de agosto na região polarizada pelo município de Sousa. Na oportunidade, foram lavrados 15 autos de infração. “Os responsáveis foram autuados e multados, mas ninguém foi preso”, informou o comandante.
 
O valor das multas aplicadas as pessoas que foram flagradas caçando aves silvestres e migratórias depende da espécie e da quantidade de animais que estavam na posse do suspeito. Após a apreensão, o suspeito pode responder a processo administrativo.
As aves foram encaminhados para o Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas) em Cabedelo. A expectativa é de que os animais vivam um período de adaptação e possam ser devolvidas à natureza.
 
Fonte: Click PB