Pesquisa no Blog

Conheça o autor

Pesquisa no Google

 
bove=""

 

REAL JUREMA CAMPEÃ 2017 DO CAMPEONATO TAVARENSE DE FUTEBOL

 

 

 

PADRE DJACY BRASILEIRO

NA LUTA CONSTANTE EM FAVOR

DA CLASSE MENOS FAVORECIDA 

Rádio Web

KM JUREMA CLIQUE NA IMAGEM ABAIXO E OUÇA A RÁDIO AO VIVO

Art Regina, Art com grafite

  Comunicação Audiovisual

STAR FOTO E VÍDEO

 

By Fábio Arrud@&Silvan@

Praça Coronel José Pereira -04

Centro-Princesa Isabel - PB

CONTATO: 041 83 999463213

         FECEBOOK

Mulher é morta a tiros no Distrito de Santo Aleixo, em Imaculada

Mulher é morta a tiros no Distrito de Santo Aleixo, em Imaculada

Uma mulher identificada por Maria de Lourdes (Lurdinha), foi assassinada na noite desta...

Divulgados locais de prova do concurso da prefeitura de Patos, PB

Divulgados locais de prova do concurso da prefeitura de Patos, PB

Foram divulgados nesta segunda-feira (19) os locais de prova do concurso da prefeitura de...

Casa Branca devolve credencial de jornalista da CNN que discutiu com Trump

Casa Branca devolve credencial de jornalista da CNN que discutiu com Trump

A Casa Branca cedeu e decidiu devolver nesta segunda (19) a credencial do jornalista da...

‘Caso de sucesso’: em seminário, Ricardo Coutinho apresenta resultados de gestão na PB

‘Caso de sucesso’: em seminário, Ricardo Coutinho apresenta resultados de gestão na PB

O governador da Paraíba, Ricardo Coutinho, apresentou a palestra “Caso de Sucesso na...

 



Paraíba se destaca no Mapa da Violência 2015


O número de assassinatos contra mulheres aumentou consideravelmente nos últimos dez anos na Paraíba, segundo o Mapa da Violência 2015 - Homicídios de Mulheres no Brasil, divulgado nesta segunda-feira (9). Entre 2003 e 2013, o número de mulheres mortas anualmente no estado saltou de 35 para 126. O crescimento de 229,2% colocou a Paraíba como o segundo estado do Brasil com maior número de mulheres mortas de forma violenta, ficando atrás apenas de Roraima, onde a taxa ficou em 346,9%.
O levantamento também expõe as taxas registradas pelas capitais brasileiras. João Pessoa foi a terceira com maior crescimento de homicídios de mulheres, com mais de 10 mortes para cada 100 mil mulheres. Vitória e Maceió encabeçam a lista. Quanto aos municípios que possuem mais de 10 mil habitantes, a cidade do Conde (Litoral Sul, a 37 km de João Pessoa) ocupa a quarta colocação.

Conforme o levantamento, as mulheres negras são as principais vítimas de homicídios. O Mapa da Violência mostra que os as taxas de homicídios da população branca tende a cair, ao passo que os índices de vitimização da população negra crescem drasticamente. Ainda de acordo com o Mapa, as formas mais comuns de assassinatos são: estrangulamento, disparos de arma de fogo e golpes com objetos cortantes e contundentes.
Portal Correio