Pesquisa no Blog

Pesquisa no Google

 
bove=""

 

REAL JUREMA CAMPEÃ 2017 DO CAMPEONATO TAVARENSE DE FUTEBOL

 

 

 

PADRE DJACY BRASILEIRO

NA LUTA CONSTANTE EM FAVOR

DA CLASSE MENOS FAVORECIDA 

Rádio Web

KM JUREMA CLIQUE NA IMAGEM ABAIXO E OUÇA A RÁDIO AO VIVO

Art Regina, Art com grafite

  Comunicação Audiovisual

STAR FOTO E VÍDEO

 

By Fábio Arrud@&Silvan@

Praça Coronel José Pereira -04

Centro-Princesa Isabel - PB

CONTATO: 041 83 999463213

         FECEBOOK

Segundo fugitivo da cadeia de Itapetim-PE é recapturado em Teixeira-PB

Segundo fugitivo da cadeia de Itapetim-PE é recapturado em Teixeira-PB

Na tarde desta quinta-feira (16), o segundo fugitivo da cadeia pública de Itapetim, no...

Atenção Água Branca para essa grande oportunidade!

Atenção Água Branca para essa grande oportunidade!

ÚLTIMO DIA PARA SUA INSCRIÇÃO!A Prefeitura de Água Branca, na PB, através da...

Preso é resgatado de carro do sistema penitenciário na Zona da Mata de Pernambuco

Preso é resgatado de carro do sistema penitenciário na Zona da Mata de Pernambuco

Veículo do sistema penitenciário foi interceptado por bandidos na rodovia PE-50,na...

PE: Soldado da PM é morto no caminho do trabalho em Goiana

PE: Soldado da PM é morto no caminho do trabalho em Goiana

Um soldado da Polícia Militar foi morto na BR-101, próximo ao viaduto que dá acesso...

 

 

Resultado de imagem para fotos do nome estuprador é condenado

Imagem Ilustrativa

TJPB

O juiz da 3ª Vara Regional de Mangabeira, Manoel Gonçalves Dantas de Abrantes, condenou Odmilson Barbosa da Silva à pena de 20 anos de reclusão em regime fechado, por ter mantido relações sexuais com a enteada, que, na época, tinha 10 anos de idade. A sentença foi prolatada no último dia 10 de janeiro. O Ministério Público e o advogado do réu foram intimados da decisão, podendo haver apelação à Câmara Criminal do Tribunal de Justiça da Paraíba. O processo tramita em segredo de justiça.

De acordo com informações da unidade judiciária, o réu aproveitava-se da oportunidade de levar a enteada para tirar coco em um sítio no Bairro Funcionários IV, nesta Capital, onde praticava os abusos. A menor contou o fato à avó materna, que levou o caso ao conhecimento do Conselho Tutelar, sendo instaurado inquérito policial.

Ainda segundo informações da 3ª Vara Regional de Mangabeira, a criança foi conduzida a um abrigo provisório, sendo assistida pela equipe interdisciplinar da 1ª Vara da Infância e da Juventude da Capital. O réu viajou para a cidade de Recife, alegando que iria trabalhar como pedreiro.

A prisão preventiva foi decretada pelo juiz Manoel Abrantes e o réu foi preso pela polícia de Pernambuco, sendo trazido para a audiência de custódia perante o mesmo magistrado, que manteve a prisão.

 

Durante a instrução foram ouvidas a ofendida, sua genitora e sua avó materna, além das testemunhas arroladas pela defesa. O réu negou a autoria do crime, mas segundo o magistrado as provas existentes nos autos comprovaram que a menor foi estuprada por ele.