Pesquisa no Blog

Pesquisa no Google

 
bove=""

 

REAL JUREMA CAMPEÃ 2017 DO CAMPEONATO TAVARENSE DE FUTEBOL

 

 

 

PADRE DJACY BRASILEIRO

NA LUTA CONSTANTE EM FAVOR

DA CLASSE MENOS FAVORECIDA 

Rádio Web

KM JUREMA CLIQUE NA IMAGEM ABAIXO E OUÇA A RÁDIO AO VIVO

Art Regina, Art com grafite

  Comunicação Audiovisual

STAR FOTO E VÍDEO

 

By Fábio Arrud@&Silvan@

Praça Coronel José Pereira -04

Centro-Princesa Isabel - PB

CONTATO: 041 83 999463213

         FECEBOOK

Segundo fugitivo da cadeia de Itapetim-PE é recapturado em Teixeira-PB

Segundo fugitivo da cadeia de Itapetim-PE é recapturado em Teixeira-PB

Na tarde desta quinta-feira (16), o segundo fugitivo da cadeia pública de Itapetim, no...

Atenção Água Branca para essa grande oportunidade!

Atenção Água Branca para essa grande oportunidade!

ÚLTIMO DIA PARA SUA INSCRIÇÃO!A Prefeitura de Água Branca, na PB, através da...

Preso é resgatado de carro do sistema penitenciário na Zona da Mata de Pernambuco

Preso é resgatado de carro do sistema penitenciário na Zona da Mata de Pernambuco

Veículo do sistema penitenciário foi interceptado por bandidos na rodovia PE-50,na...

PE: Soldado da PM é morto no caminho do trabalho em Goiana

PE: Soldado da PM é morto no caminho do trabalho em Goiana

Um soldado da Polícia Militar foi morto na BR-101, próximo ao viaduto que dá acesso...

 

 

Militar que matou a mulher em Itaporanga não aceitava a separação

Um policial militar lotado no 13° BPM, em Itaporanga, é acusado de ter matado a esposa, Jaqueline Fabrícia Araújo, 30 anos, a tiros, nesta quinta-feira, 25, na casa dela.

O acusado, 1° Sargento Damião Soares Gomes fugiu com destino ignorado após os disparos.

O delegado de Polícia Civil responsável pela investigação do caso, Gleibson Fernandes, por telefone, afirmou ao portal patosverdade.com que já iniciou os primeiros levantamentos, tendo em vista que o motivo do crime foi ciúmes, uma vez que o casal estava separado há seis dias.

“Eles estavam se separando, ele não aceitava a separação por parte dela, estavam separados há seis dias e hoje ele foi até a casa dela onde no meio de uma discussão ele veio a tirar a vida dela”, explicou o delegado.

O corpo de Jaqueline foi encaminhado ao IML de Patos para perícia. As testemunhas informaram ao delegado que chegaram a ouvir dois disparos.

“O corpo dela vai ser encaminhado para o IML de Patos porque como se trata de morte violenta é necessário que seja feita a perícia pela perícia oficial”, disse.

A discussão entre o casal foi ouvida pela vizinhança. De acordo com testemunhas, a mulher pedia para que o acusado parasse e após isso, ouviu os disparos.

“Quando abriu-se a porta, ele viu a mulher já caída no chão e o policial militar fugindo em direção ignorada”, afirmou Gleibson.

Ainda segundo o delegado, Damião Soares Gomes já respondeu por crime de violência doméstica no ano de 2009, quando ele agrediu a primeira esposa.

Jaqueline Fabrícia chegou a ser ocorrida com vida para o Hospital Distrital de Itaporanga e em seguida para o Hospital Regional de Patos, mas, não resistiu aos ferimentos e morreu.

Acilene Candeia – Patos Verdade