Pesquisa no Blog

Pesquisa no Google

 
bove=""

 

REAL JUREMA CAMPEÃ 2017 DO CAMPEONATO TAVARENSE DE FUTEBOL

 

 

 

PADRE DJACY BRASILEIRO

NA LUTA CONSTANTE EM FAVOR

DA CLASSE MENOS FAVORECIDA 

Rádio Web

KM JUREMA CLIQUE NA IMAGEM ABAIXO E OUÇA A RÁDIO AO VIVO

Art Regina, Art com grafite

  Comunicação Audiovisual

STAR FOTO E VÍDEO

 

By Fábio Arrud@&Silvan@

Praça Coronel José Pereira -04

Centro-Princesa Isabel - PB

CONTATO: 041 83 999463213

         FECEBOOK

Justiça mantém condenação de ex-prefeito de Cabedelo por ato de improbidade administrativa

Justiça mantém condenação de ex-prefeito de Cabedelo por ato de improbidade administrativa

O Tribunal de Justiça da Paraíba manteve, por unanimidade, a condenação do ex-prefeito do...

MORRE NO RECIFE, VÍTIMA QUEIMADA VIVA EM TABIRA.

MORRE NO RECIFE, VÍTIMA QUEIMADA VIVA EM TABIRA.

De acordo com informações passadas ao blog do companheiro Júnior Terra, o senhor José...

PREFEITURA DE ÀGUA BRANCA LANÇA A CAMPANHA TORCEDOR SOLIDÁRIO

PREFEITURA DE ÀGUA BRANCA LANÇA A CAMPANHA TORCEDOR SOLIDÁRIO

Durante o campeonato de futebol 2018, a Prefeitura Municipal de Água Branca, na PB,...

Casal tenta pagar motel com Bolsa Família e gerente chama a polícia

Casal tenta pagar motel com Bolsa Família e gerente chama a polícia

Crédito, débito ou Bolsa Família? Talvez tenham sido essas as possibilidades...

Governo municipal de Juru anuncia obras de pavimentação em mais duas Ruas na sede do município

Governo municipal de Juru anuncia obras de pavimentação em mais duas Ruas na sede do município

A Prefeitura de Juru, no Sertão da Paraíba, através da Secretaria de Obras do...

 

 

Tirar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) é o sonho de muitas pessoas. Alguns não conseguem de primeira, mas não desistem e tentam outra vez.
 
Assim aconteceu com a executiva comercial Darlene Soares, de 25 anos, que só conseguiu passar no teste depois de reprovar 8 vezes.
 
Por causa da dificuldade que enfrentou para conquistar a tão sonhada carteira, a paraibana, natural de Boa Vista, localizada a 170 km da Capital, comemorou a aprovação com uma festa, como havia prometido aos familiares e amigos. O bolo da comemoração ganhou uma personalização da CNH de Darlene.
 
“Quem me conhece sabe dessa história. Eu dei início ao processo em janeiro de 2016, junto com uma amiga minha. Eu passei de primeira na legislação, psicotécnico e na prova de moto. Nas aulas de carro, que eu nunca tive dificuldade, foi o problema: reprovei por 8 vezes”, explicou Darlene.
 
A executiva comercial disse que chegou a desistir de tentar por um tempo, mas, por causa do incentivo de pais e amigos, ela decidiu retomar o processo na metade do ano passado. “O processo chegou a vencer e eu tive que dar baixa na carteira. Fiquei então só na carteira de moto. Quando foi em julho de 2017, eu decidi reabrir o processo de carro. Tive muito incentivo dos meus pais e amigos, então prometi a eles que faria a festa se eu fosse aprovada dessa vez”, contou Darlene ao Portal Correio.
 
Na primeira tentativa, quando o carro bateu, Darlene disse que ficou com o trauma de fazer o teste. “Eu sofria. Teve uma vez que tomei calmantes e fiquei dopada. Só meus familiares sabem o que passei”.
 
Darlene ainda relatou que, em Boa Vista, as pessoas questionavam sobre a aprovação. “Lá em Boa Vista as pessoas perguntavam: ‘Darlene, e a carteira?’. Com muita garra e persistência eu consegui”.
 
 
Fonte: Isis Vilarim