Pesquisa no Blog

Pesquisa no Google

 
bove=""

 

PADRE DJACY BRASILEIRO

NA LUTA CONSTANTE EM FAVOR

DA CLASSE MENOS FAVORECIDA 

Rádio Web

KM JUREMA

Org. Pauliano Tomaz

Art Regina, Art com Grafite

Comunicação Audiovisual -Tavares/PB.

 Fone: (83) 9 9869-8213. Hélio Mendes.

STAR FOTO E VÍDEO

 

By Fábio Arrud@&Silvan@

Praça Coronel José Pereira -04

Centro-Princesa Isabel - PB

CONTATO: 041 83 999463213

         FECEBOOK

FUNDAÇÃO LEMANN REALIZA PRIMEIRA FORMAÇÃO PEDAGÓGICA EM PRINCESA ISABEL

FUNDAÇÃO LEMANN REALIZA PRIMEIRA FORMAÇÃO PEDAGÓGICA EM PRINCESA ISABEL

Representantes da Fundação Lemann desembarcaram em Princesa Isabel nesta...

Tabira: motoristas reclamam do trânsito e ameaçam protesto

Tabira: motoristas reclamam do trânsito e ameaçam protesto

Por Nill JúniorNada contra o disciplinamento do trânsito. Tudo contra o que...

TAVARES: Secretária de Saúde participa de reunião com os membros do Conselho Municipal de Saúde

TAVARES: Secretária de Saúde participa de reunião com os membros do Conselho Municipal de Saúde

Na manhã desta quinta-feira, dia 21/03, a Secretária Municipal de Saúde, Shelley...

Defesa apresenta pedido de soltura de Michel Temer

Defesa apresenta pedido de soltura de Michel Temer

ReproduçãoCongresso em FocoOs advogados do ex-presidente Michel Temer...

PRINCESA ISABEL: PRÉ-CONFERÊNCIA DE SAÚDE É REALIZADA NA CACHOEIRA DE MINAS

PRINCESA ISABEL: PRÉ-CONFERÊNCIA DE SAÚDE É REALIZADA NA CACHOEIRA DE MINAS

A Prefeitura de Princesa Isabel, no Sertão da Paraíba, através da Secretaria...

 

Mulher teria planejado a morte do esposo, e o amante executado a ação.

Uma técnica de enfermagem de 35 anos e o amante dela, um caseiro de 31 anos, foram presos pela Polícia Civil nesta quarta-feira (14), em Campina Grande, suspeitos de terem planejado a morte do marido da técnica, um comerciante morto a facadas no dia 31 de dezembro, no bairro das Malvinas, também em Campina Grande. De acordo com as investigações da polícia, a mulher teria planejado a morte do esposo, e o amante executado a ação.

As informações foram repassadas pela Polícia Civil durante uma entrevista coletiva concedida à imprensa na tarde desta quarta-feira. Em depoimento à polícia, os suspeitos alegaram que cometeram o crime porque temiam a reação do comerciante, caso ele descobrisse a traição. Mas a polícia acredita que a mulher teria mandado matar o marido para não ter que dividir os bens com ele em caso de separação.
 
Com base nas investigações da Polícia Civil, um capacete deixado pelo acusado no dia do crime, o depoimento de testemunhas e a frieza da esposa da vítima foram elementos que ajudaram na elucidação do crime.
 
A técnica de enfermagem viveu 17 anos ao lado do comerciante e teve dois filhos com ele, mas nos últimos dois anos mantinha um relacionamento extraconjugal com o caseiro. Segundo a delegada de homicídios de Campina Grande, Nercília Dantas, as investigações indicam que a vítima era uma pessoa boa, sem histórico de violência.
 
Crime foi tratado como latrocínio inicialmente
A vítima foi Geraldo Ângelo dos Santos Júnior, de 35 anos, morto a facadas no dia 31 de dezembro do ano passado no bairro das Malvinas. Na época, o crime foi tratado como latrocínio, pois, de acordo com a polícia, Ângelo tinha saído para comprar uma sopa e um remédio na farmácia e foi abordado por criminosos que anunciaram um assalto enquanto estava chegando em casa. Ele teria reagido à ação e por esse motivo esfaqueado na calçada da porta da residência onde morava. 


G1