Pesquisa no Blog

Pesquisa no Google

 
bove=""

 

PADRE DJACY BRASILEIRO

NA LUTA CONSTANTE EM FAVOR

DA CLASSE MENOS FAVORECIDA 

Rádio Web

KM JUREMA

Org. Pauliano Tomaz

Art Regina, Art com Grafite

Comunicação Audiovisual -Tavares/PB.

 Fone: (83) 9 9869-8213. Hélio Mendes.

STAR FOTO E VÍDEO

 

By Fábio Arrud@&Silvan@

Praça Coronel José Pereira -04

Centro-Princesa Isabel - PB

CONTATO: 041 83 999463213

         FECEBOOK

FUNDAÇÃO LEMANN REALIZA PRIMEIRA FORMAÇÃO PEDAGÓGICA EM PRINCESA ISABEL

FUNDAÇÃO LEMANN REALIZA PRIMEIRA FORMAÇÃO PEDAGÓGICA EM PRINCESA ISABEL

Representantes da Fundação Lemann desembarcaram em Princesa Isabel nesta...

Tabira: motoristas reclamam do trânsito e ameaçam protesto

Tabira: motoristas reclamam do trânsito e ameaçam protesto

Por Nill JúniorNada contra o disciplinamento do trânsito. Tudo contra o que...

TAVARES: Secretária de Saúde participa de reunião com os membros do Conselho Municipal de Saúde

TAVARES: Secretária de Saúde participa de reunião com os membros do Conselho Municipal de Saúde

Na manhã desta quinta-feira, dia 21/03, a Secretária Municipal de Saúde, Shelley...

Defesa apresenta pedido de soltura de Michel Temer

Defesa apresenta pedido de soltura de Michel Temer

ReproduçãoCongresso em FocoOs advogados do ex-presidente Michel Temer...

PRINCESA ISABEL: PRÉ-CONFERÊNCIA DE SAÚDE É REALIZADA NA CACHOEIRA DE MINAS

PRINCESA ISABEL: PRÉ-CONFERÊNCIA DE SAÚDE É REALIZADA NA CACHOEIRA DE MINAS

A Prefeitura de Princesa Isabel, no Sertão da Paraíba, através da Secretaria...

 

Arlene Régis dos Santos vai continuar presa no Manicômio Judiciário. Crime ocorrido há 9 anos vitimou meninos de 12 e 7 anos.

Arlene Régis está presa em um hospital psiquiátrico (Foto: George Arroxelas / G1)

(Foto: George Arroxelas / G1)

G1 AL

A mulher que matou dois dos três filhos há 9 anos foi condenada, na noite desta segunda-feira (19), a 80 anos de prisão. Arlene Régis dos Santos vai continuar cumprindo pena no Manicômio Judiciário.

Ao final do júri popular que aconteceu no Fórum da Capital, no Barro Duro, em Maceió, o juiz John Silas, que presidiu a sessão e proferiu a sentença, disse que a pena corresponde a questões qualificadoras do crime.

“A pena base foi de 20 anos, mas teve aumentos e qualificadoras para cada filho. Ela foi condenada a 40 anos por matar cada filho. Como são dois, coube a pena de 80 anos”, esclareceu o juiz.

O magistrado disse ainda que Arlene deve continuar internada em um centro psiquiátrico, mesmo com a prisão preventiva.

“Até um novo laudo, ela deve permanecer lá mesmo com a prisão decretada. Ela tem um transtorno que precisa ser tratado. Não é só jogar na cadeia. O laudo pericial e os jurados entenderam que ela era plenamente capaz de entender o ato ilícito feito por ela à época do crime”, enfatizou o juiz.

O pai das crianças, Abelardo Pedro Nobre contou que havia pedido a separação antes dos assassinatos. Em juízo, ele detalhou a relação conturbada que tinha com a ré e também falou da carta encontrada após o crime, escrita por Arlene, que explicava os motivos do crime.

Crime

 

No dia 29 de setembro de 2009, Arlene estrangulou Antony Pedro Santos Nobre, de 7 anos, e esfaqueou Abelardo Pedro Neto, de 12. Ela foi presa em um centro psiquiátrico, recebeu alvará de soltura, mas a família preferiu mantê-la em tratamento.