Pesquisa no Blog

Pesquisa no Google

 
bove=""

 

PADRE DJACY BRASILEIRO

NA LUTA CONSTANTE EM FAVOR

DA CLASSE MENOS FAVORECIDA 

Rádio Web

KM JUREMA

Org. Pauliano Tomaz

Art Regina, Art com Grafite

Comunicação Audiovisual -Tavares/PB.

 Fone: (83) 9 9869-8213. Hélio Mendes.

STAR FOTO E VÍDEO

 

By Fábio Arrud@&Silvan@

Praça Coronel José Pereira -04

Centro-Princesa Isabel - PB

CONTATO: 041 83 999463213

         FECEBOOK

Preso, Temer é alvo de dez investigações. Veja todas as acusações contra o ex-presidente

Preso, Temer é alvo de dez investigações. Veja todas as acusações contra o ex-presidente

Congresso em FocoSegundo ex-presidente da República preso por corrupção no...

STJ acolhe recurso e João de Deus será transferido para hospital de Goiânia

STJ acolhe recurso e João de Deus será transferido para hospital de Goiânia

João de Deus será transferido para o Instituto de Neurologia de Goiânia ou outro hospital...

Dono do Manaíra Shopping é preso na 3ª fase da ‘Operação Xeque-Mate’ em JP

Dono do Manaíra Shopping é preso na 3ª fase da ‘Operação Xeque-Mate’ em JP

A Polícia Federal na Paraíba e o GAECO/MP/PB, com o auxílio da Controladoria-Geral da...

FUNDAÇÃO LEMANN REALIZA PRIMEIRA FORMAÇÃO PEDAGÓGICA EM PRINCESA ISABEL

FUNDAÇÃO LEMANN REALIZA PRIMEIRA FORMAÇÃO PEDAGÓGICA EM PRINCESA ISABEL

Representantes da Fundação Lemann desembarcaram em Princesa Isabel nesta...

Tabira: motoristas reclamam do trânsito e ameaçam protesto

Tabira: motoristas reclamam do trânsito e ameaçam protesto

Por Nill JúniorNada contra o disciplinamento do trânsito. Tudo contra o que...

 

Senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB) em foto de fevereiro de 2015 (Foto: Agência Senado)

Senador Cássio Cunha Lima (PSDB-PB) em foto de fevereiro de 2015 (Foto: Agência Senado)

A Polícia Federal apresentou ao delator Alexandre Barradas, do grupo Odebrecht, uma foto de Luiz Stern, ex-funcionário do gabinete do senador Cássio Cunha Lima (PSDB) e exonerado em março do ano passado. Barradas viu a imagem e não descartou Stern como o “Luiz” que afirma ter sido apresentado a ele pelo parlamentar para negociar o repasse de R$ 800 mil da empreiteira durante a campanha derrotada ao governo da Paraíba.

Segundo o colaborador, a apresentação ocorreu no gabinete do Senado entre abril e maio de 2014. Em depoimento à PF, Cunha Lima negou que os tenha apresentado. O ministro Gilmar Mendes, relator do inquérito contra o tucano no Supremo Tribunal Federal (STF), concedeu à PF mais 60 dias de prazo para localizar e interrogar Stern.

>> Gilmar Mendes será relator de inquérito que investiga senador tucano

 

Fonte: Época