Pesquisa no Blog

Pesquisa no Google

 
bove=""

 

Vereadora Lenira - Tavares/PB

REAL JUREMA CAMPEÃ 2017 DO CAMPEONATO TAVARENSE DE FUTEBOL

 

 

 

PADRE DJACY BRASILEIRO

NA LUTA CONSTANTE EM FAVOR

DA CLASSE MENOS FAVORECIDA 

DO  SERTÃO PARAIBANO

Rádio Web

KM JUREMA CLIQUE NA IMAGEM ABAIXO E OUÇA A RÁDIO AO VIVO

Art Regina, Art com grafite

O CANAL DO BLOG NO YOUTUBE

     Comunicação Audiovisual                  

        fone: (83)9 98698213

            Hélio Mendes

STAR FOTO E VÍDEO

  

By Fábio Arrud@&Silvan@

Praça Coronel José Pereira -04

Centro-Princesa Isabel - PB

CONTATO: 041 83 999463213

                   FECEBOOK

 

 

Quadrilha é presa suspeita de roubo de carga de caminhões em Monteiro, PB

Quadrilha é presa suspeita de roubo de carga de caminhões em Monteiro, PB

Foto: João Joaldo/Polícia CivilQuatorze pessoas integrantes de uma quadrilha...

Abertura da Copa Seconfov de Futsal em Tavares é marcada por grande público

Abertura da Copa Seconfov de Futsal em Tavares é marcada por grande público

Com informações e fotos de Marta Alves - AscomA prefeitura de Tavares, no...

Corpo de agricultor é encontrado boiando no açude do Macambira em Solidão

Corpo de agricultor é encontrado boiando no açude do Macambira em Solidão

Em Solidão, no Vale do Pajeú, a GT do graduado de Operações foi informada por volta das...

Caminhão pipa tomba no Vale do Piancó

Caminhão pipa tomba no Vale do Piancó

Um caminhão pipa, pertencente a Luiz Mário, tombou, por volta das 13h, desta quarta-feira...

Construção de posto de saúde do bairro José Benone em Água Branca, na PB,  já está em andamento

Construção de posto de saúde do bairro José Benone em Água Branca, na PB, já está em andamento

Conforme já havia sido anunciado pela Secretaria de Saúde de Água Branca, no Sertão...

Psicólogo é preso após prefeito denunciar falsos atestados médicos em São José de Caiana

Psicólogo é preso após prefeito denunciar falsos atestados médicos em São José de Caiana

Prefeito Zé Leite (foto) denunciou o psicólogo após atestados médicos falso.Um...

A família do Policial Civil Jorge Leonardo assassinado a tiros, na última segunda-feira (09), na cidade de Piancó, Sertão paraibano, divulgou nota a imprensa para esclarecer informações infundadas acerca da participação de parentes no crime, como foi erroneamente divulgado por veículos de comunicação do Estado.
 
Entre os principais equívocos de matérias veiculadas na imprensa paraibana estão o de que o suposto executor e mentor intelectual eram parentes da vítima e de que o crime foi motivado por disputa de herança.
 
Confira a nota abaixo:
 
Em nome da Família Leonardo (Careca), venho a público agradecer à Polícia Civil do Estado da Paraíba, que auxiliada pela Polícia Militar, elucidaram em menos de 24 horas, a autoria do brutal assassinato do nosso amado e insubstituível Jorge Leonardo. Por meio da tecnologia, experiência, precisão e brilhantismo dos seus integrantes, efetuaram a prisão em flagrante dos possíveis responsáveis, que agora indiciados, serão processados e julgados pela Justiça dos Homens.
 
Apesar do alento de que esse crime não integrará a lista da impunidade, nada, nem ninguém trará de volta àquele que era um pai, irmão, companheiro, tio, profissional, amigo, entre outros adjetivos positivos que detinha, para o seio da sua família e para o meio da sociedade piancoense que muito o estimava. Ele ainda vive na nossa memória e nos nossos corações. E a Justiça Divina, que além de ser infalível, repugna e condena a aclamada Lei do “olho por olho, dente por dente”, trará aos injustos a sua paga pela transgressão à Lei Divina cometida. Nós cremos.
 
Também venho a público esclarecer que o acusado de ser o executor do crime, identificado como J. Cláudio, ao contrário das notícias propagadas na internet, não possuía parentesco próximo com Jorge Leonardo. A distorção das informações, provavelmente se deu ao fato de que o suposto executor (J. Cláudio) era sobrinho do possível mentor intelectual (Francisco Francinaldo).
 
Quanto à divulgação da motivação do crime, também esclarecemos que são inverídicas as informações de que existia uma disputa por herança, até porque não existia um parentesco que justificasse tal hipótese. No entanto, em respeito às outras investigações que estão sendo realizadas pela Polícia Judiciária, nos abstemos de divulgar a real motivação desse crime odioso.
 
Agradecemos ainda todas as manifestações de apoio a nossa família. O Mestre Jesus e a Virgem Santíssima nos confortará nessa dor dilacerante.
 
Fonte Assessoria