Pesquisa no Blog

Conheça o autor

Pesquisa no Google

 
bove=""

 

REAL JUREMA CAMPEÃ 2017 DO CAMPEONATO TAVARENSE DE FUTEBOL

 

 

 

PADRE DJACY BRASILEIRO

NA LUTA CONSTANTE EM FAVOR

DA CLASSE MENOS FAVORECIDA 

Rádio Web

KM JUREMA CLIQUE NA IMAGEM ABAIXO E OUÇA A RÁDIO AO VIVO

Art Regina, Art com grafite

  Comunicação Audiovisual

STAR FOTO E VÍDEO

 

By Fábio Arrud@&Silvan@

Praça Coronel José Pereira -04

Centro-Princesa Isabel - PB

CONTATO: 041 83 999463213

         FECEBOOK

Focco-PB vai reunir os dez maiores municípios para discutir “controle interno”

Focco-PB vai reunir os dez maiores municípios para discutir “controle interno”

O Fórum Paraibano de Combate à Corrupção – Focco-PB realizou a 8ª reunião ordinária, na...

Prefeitura de Água Branca realiza festa em comemoração ao dia das crianças

Prefeitura de Água Branca realiza festa em comemoração ao dia das crianças

A Prefeitura de Água Branca, na PB, realizou no sábado, 13 de outubro, uma grande festa...

Governo decide manter início do horário de verão no dia 4 de novembro

Governo decide manter início do horário de verão no dia 4 de novembro

O presidente Michel Temer recuou e decidiu manter o início do horário de verão para o dia...

Quadrilha explode agência bancária e queima veículo em cidade do Sertão da Paraíba

Quadrilha explode agência bancária e queima veículo em cidade do Sertão da Paraíba

Uma agência bancária foi explodida por uma quadrilha na madrugada desta terça-feira...

Mais de 800 pessoas participam da festa do Dia das crianças realizada pela Prefeitura de Tavares

Mais de 800 pessoas participam da festa do Dia das crianças realizada pela Prefeitura de Tavares

A Prefeitura de Tavares, no Sertão da Paraíba, através da Secretaria de Assistência...

 

Da Rede Brasil Atual (RBA).

“Enquanto o Congresso não faz, a Justiça tem feito. E isso não parece adequado à democracia.” Segundo o pesquisador e professor Rogério Arantes, do Departamento de Ciência Política da Universidade de São Paulo (USP),  o Judiciário tem assumido um protagonismo inadequado e praticamente “governa” o país, tendo em vista a postura do Legislativo.

“Assistimos recentemente a toda controvérsia em relação ao cumprimento da pena após condenação em segundo grau. O Supremo foi e voltou nessa matéria nos últimos dez anos e o Congresso Nacional não deliberou sobre isso, o que seria sua tarefa institucional. Essa última decisão sobre foro privilegiado também foi uma decisão tirada do bolso do colete”, afirma o cientista político em entrevista aos jornalistas Marilu Cabañas e Glauco Faria, na Rádio Brasil Atual.

De acordo com Arantes, essa preponderância do Judiciário no cenário nacional não é algo novo. “Não é exagero afirmar que já há alguns anos estamos sob governo dos juízes, em particular do Supremo Tribunal Federal. Ele (STF) foi decisivo desde que se colocaram os parâmetros normativos e legais para o processo de impeachment da ex-presidente, e desde então está no centro da relação entre poderes, administrando as relações no interior do próprio Judiciário e tomando decisões cruciais para a vida nacional.”

“Se formos remontar às origens, desde a Constituição de 1988 houve uma transferência enorme de autoridade para o STF na tomada de decisões políticas para o país de um modo geral”, pontua Arantes. “A partir da reforma constitucional do Judiciário de 2004, o Supremo foi ainda mais reforçado no que diz respeito à sua capacidade de controlar os atos dos demais poderes e a constitucionalidade das leis.”

(…)

A presidente do STF, ministra Cármen Lúcia, ocupará o posto assim que o presidente Michel Temer

deixar o espaço aéreo brasileiro, na viagem que fará a Lima, no Peru,

para participar da 8ª Cúpula das Américas -Fabio Rodrigues Pozzebom/Arquivo Agência Brasil