Pesquisa no Blog

Pesquisa no Google

 
bove=""

 

REAL JUREMA CAMPEÃ 2017 DO CAMPEONATO TAVARENSE DE FUTEBOL

 

 

 

PADRE DJACY BRASILEIRO

NA LUTA CONSTANTE EM FAVOR

DA CLASSE MENOS FAVORECIDA 

Rádio Web

KM JUREMA CLIQUE NA IMAGEM ABAIXO E OUÇA A RÁDIO AO VIVO

Art Regina, Art com grafite

  Comunicação Audiovisual

STAR FOTO E VÍDEO

 

By Fábio Arrud@&Silvan@

Praça Coronel José Pereira -04

Centro-Princesa Isabel - PB

CONTATO: 041 83 999463213

         FECEBOOK

Piso salarial para médicos e dentistas está pronto para ser votado no Senado

Piso salarial para médicos e dentistas está pronto para ser votado no Senado

A Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) já tem condições de analisar o Projeto de...

Governo Municipal de Juru promove festa tradicional no Sítio Glória neste sábado (18)

Governo Municipal de Juru promove festa tradicional no Sítio Glória neste sábado (18)

A Prefeitura de Juru, no Sertão da Paraíba, realizará a tradicional festa da...

JURU: Psicóloga do Nasf realiza palestra na UBS do Sítio Catolé e destaca a importância da Saúde Mental para a qualidade de vida
ConseCult-PB: Princesa Isabel terá urna para eleições do Conselho Estadual de Política Cultural da Paraíba

ConseCult-PB: Princesa Isabel terá urna para eleições do Conselho Estadual de Política Cultural da Paraíba

O Conselho Estadual de Política Cultural da Paraíba (ConseCult-PB) lançou o edital para...

Juiz anula pesquisa para o Governo da Paraíba por irregularidade

Juiz anula pesquisa para o Governo da Paraíba por irregularidade

Por Portal CorreioO juiz auxiliar da propaganda eleitoral do Tribunal Regional...

Da Rede Brasil Atual (RBA).

“Enquanto o Congresso não faz, a Justiça tem feito. E isso não parece adequado à democracia.” Segundo o pesquisador e professor Rogério Arantes, do Departamento de Ciência Política da Universidade de São Paulo (USP),  o Judiciário tem assumido um protagonismo inadequado e praticamente “governa” o país, tendo em vista a postura do Legislativo.

“Assistimos recentemente a toda controvérsia em relação ao cumprimento da pena após condenação em segundo grau. O Supremo foi e voltou nessa matéria nos últimos dez anos e o Congresso Nacional não deliberou sobre isso, o que seria sua tarefa institucional. Essa última decisão sobre foro privilegiado também foi uma decisão tirada do bolso do colete”, afirma o cientista político em entrevista aos jornalistas Marilu Cabañas e Glauco Faria, na Rádio Brasil Atual.

De acordo com Arantes, essa preponderância do Judiciário no cenário nacional não é algo novo. “Não é exagero afirmar que já há alguns anos estamos sob governo dos juízes, em particular do Supremo Tribunal Federal. Ele (STF) foi decisivo desde que se colocaram os parâmetros normativos e legais para o processo de impeachment da ex-presidente, e desde então está no centro da relação entre poderes, administrando as relações no interior do próprio Judiciário e tomando decisões cruciais para a vida nacional.”

“Se formos remontar às origens, desde a Constituição de 1988 houve uma transferência enorme de autoridade para o STF na tomada de decisões políticas para o país de um modo geral”, pontua Arantes. “A partir da reforma constitucional do Judiciário de 2004, o Supremo foi ainda mais reforçado no que diz respeito à sua capacidade de controlar os atos dos demais poderes e a constitucionalidade das leis.”

(…)

A presidente do STF, ministra Cármen Lúcia, ocupará o posto assim que o presidente Michel Temer

deixar o espaço aéreo brasileiro, na viagem que fará a Lima, no Peru,

para participar da 8ª Cúpula das Américas -Fabio Rodrigues Pozzebom/Arquivo Agência Brasil