Pesquisa no Blog

Pesquisa no Google

 
bove=""

 

PADRE DJACY BRASILEIRO

NA LUTA CONSTANTE EM FAVOR

DA CLASSE MENOS FAVORECIDA 

Rádio Web

KM JUREMA CLIQUE NA IMAGEM ABAIXO E OUÇA A RÁDIO AO VIVO

Art Regina, Art com Grafite

Comunicação Audiovisual -Tavares/PB.

 Fone: (83) 9 9869-8213. Hélio Mendes.

STAR FOTO E VÍDEO

 

By Fábio Arrud@&Silvan@

Praça Coronel José Pereira -04

Centro-Princesa Isabel - PB

CONTATO: 041 83 999463213

         FECEBOOK

Bolsonaro avisa a Bebianno que ele está demitido

Bolsonaro avisa a Bebianno que ele está demitido

O presidente Jair Bolsonaro informou a Gustavo Bebianno que decidiu demiti-lo do...

Homem flagrado com 7 pinos de cocaína em São José do Egito

Homem flagrado com 7 pinos de cocaína em São José do Egito

A GT Ordinária realizava rondas e abordagens nos bairros da cidade e ao chegar nas...

Patos registra uma boa chuva na noite de ontem (15)

Patos registra uma boa chuva na noite de ontem (15)

Em Cacimba de Areia choveu das 17h30min às 19 horas e agora há pouco voltou a chover...

Câmera flagra momento em que homem atira em taxista após briga de trânsito, em JP

Câmera flagra momento em que homem atira em taxista após briga de trânsito, em JP

Um vídeo, registrado câmeras de segurança, mostra o momento em que um...

 

Um vídeo que está circulando nas redes sociais chamou a atenção dos paraibanos e repercutiu em todo o estado nesta quinta-feira (24). As imagens feitas por uma pessoa não identificada mostram uma intensa discussão entre dois homens na BR-230, durante uma manifestação organizada por caminhoneiros próximo ao município sertanejo de Marizópolis, a 457 km de João Pessoa.

 

Um dos envolvidos na discussão é o juiz Agílio Tomaz Marques, da 1ª e 2ª Vara Mista da Comarca de São João do Rio do Peixe. O outro é Altemir Noia, 45 anos, que é deficiente físico.

 
Segundo a Polícia Militar, a confusão começou após Altemir bater com um capacete no carro do juiz. Nas imagens, o magistrado aparece empurrando o manifestante e em seguida ordena aos policiais que o prendam: “Eu sou um juiz, prenda esse cidadão e o leve para delegacia”, disse.
Nove horas detido
 
Em contato com a Rádio Diário do Sertão, a senhora Albaniza Fernandes, esposa de Altemir, disse que ele foi agredido, passou mais de nove horas detido na delegacia e por conta da demora, sofreu uma crise convulsiva e precisou ser medicado.
 
“Ele ficou mantido preso o dia todo. Ele não agrediu ninguém. Pelo contrário, ele quem foi agredido. No início da tarde ele foi solto, mas o juiz ligou para a delegacia e mandou a polícia trazê-lo de volta, onde permaneceu em uma grade com cadeado durante várias horas”, relatou.
 
O que diz a Associação dos Magistrados da Paraíba?
 
O Diário do Sertão conversou também com o vice-presidente da Associação dos Magistrados da Paraíba (AMPB), Max Nunes de França, que disse não ter havido abuso de autoridade no caso.
 
“O vídeo não mostra a situação desde o início. O que aconteceu na realidade é que o cidadão danificou o carro do magistrado e com isso ele cometeu um crime. O fato é que o juiz deu ordem de prisão e ele estava se recusando a ser preso. Não há abuso de autoridade. O manifestante se recusou a ser preso e inevitavelmente houve a necessidade do uso da força física”.
 
Boletim de Ocorrência
 
A Polícia Militar confeccionou um Boletim de Ocorrência sobre o caso. Veja abaixo o que diz o BO:
 
DANOS: MARIZÓPOLIS – PB, BR – 230, saída para SOUSA -PB, 08:43 desta quinta-feira (24), a guarnição trafegava na BR 230 sentido SOUSA-MARIZÓPOLIS, onde estava acontecendo um protesto com interdição da rodovia e foram solicitados pelo juiz da 5ª VARA DA COMARCA DE SOUSA, informando que ao passar pelo referido protesto com destino a SÃO JOÃO DO RIO DO PEIXE, teve o retrovisor do veículo quebrado pelo capacete do suspeito (capacete estava no braço do motoqueiro). que o juiz deu voz de prisão e acionou a PM para conduzi-lo a DP de SOUSA para as providências que o caso requer.

 

A matéria é do Diário do Sertão
 
Este espaço está aberto ao contraponto dos citados...