Pesquisa no Blog

Conheça o autor

Pesquisa no Google

 
bove=""

 

REAL JUREMA CAMPEÃ 2017 DO CAMPEONATO TAVARENSE DE FUTEBOL

 

 

 

PADRE DJACY BRASILEIRO

NA LUTA CONSTANTE EM FAVOR

DA CLASSE MENOS FAVORECIDA 

Rádio Web

KM JUREMA CLIQUE NA IMAGEM ABAIXO E OUÇA A RÁDIO AO VIVO

Art Regina, Art com grafite

  Comunicação Audiovisual

STAR FOTO E VÍDEO

 

By Fábio Arrud@&Silvan@

Praça Coronel José Pereira -04

Centro-Princesa Isabel - PB

CONTATO: 041 83 999463213

         FECEBOOK

Mulher é morta a tiros no Distrito de Santo Aleixo, em Imaculada

Mulher é morta a tiros no Distrito de Santo Aleixo, em Imaculada

Uma mulher identificada por Maria de Lourdes (Lurdinha), foi assassinada na noite desta...

Divulgados locais de prova do concurso da prefeitura de Patos, PB

Divulgados locais de prova do concurso da prefeitura de Patos, PB

Foram divulgados nesta segunda-feira (19) os locais de prova do concurso da prefeitura de...

Casa Branca devolve credencial de jornalista da CNN que discutiu com Trump

Casa Branca devolve credencial de jornalista da CNN que discutiu com Trump

A Casa Branca cedeu e decidiu devolver nesta segunda (19) a credencial do jornalista da...

‘Caso de sucesso’: em seminário, Ricardo Coutinho apresenta resultados de gestão na PB

‘Caso de sucesso’: em seminário, Ricardo Coutinho apresenta resultados de gestão na PB

O governador da Paraíba, Ricardo Coutinho, apresentou a palestra “Caso de Sucesso na...

 

Imagem relacionada

Imagem Ilustrativa

O tavarense André Monteiro (idade não informada) que precisou se deslocar até a cidade de Serra Talhada, no Sertão de PE, após ser picado por uma cobra Jararaca, quando trabalhava na colheita de feijão no sítio Lage Grande em Tavares, no Sertão da Paraíba, no último dia 24/05 (quinta-feira), teve alta, após ser internado para tomar o soro antiofídico em uma unidade hospitalar daquela cidade.

Em contato com o Blog do Djacir Pereira, André contou que, embora já esteja em casa, ainda está sob cuidados tomando antibióticos para prevenir possíveis complicações.

Diante da situação presume-se que o agricultor tenha se submetido a um exame (sangue) que possa ter constatado de fato, a presença do veneno de jararaca no sangue dele.

A picada da Jararaca causa dor imediata e inchaço no local, às vezes com manchas arroxeadas e sangramento pelos orifícios da picada.

Pode ocorrer ainda sangramento bocal (nas gengivas) e, se a busca apelo atendimento não for rápida, a vitima pode expelir sangue também pela urina. Pode levar a complicações como insuficiência renal e necrose no local da picada