Pesquisa no Blog

Conheça o autor

Pesquisa no Google

 
bove=""

 

REAL JUREMA CAMPEÃ 2017 DO CAMPEONATO TAVARENSE DE FUTEBOL

 

 

 

PADRE DJACY BRASILEIRO

NA LUTA CONSTANTE EM FAVOR

DA CLASSE MENOS FAVORECIDA 

Rádio Web

KM JUREMA CLIQUE NA IMAGEM ABAIXO E OUÇA A RÁDIO AO VIVO

Art Regina, Art com grafite

  Comunicação Audiovisual

STAR FOTO E VÍDEO

 

By Fábio Arrud@&Silvan@

Praça Coronel José Pereira -04

Centro-Princesa Isabel - PB

CONTATO: 041 83 999463213

         FECEBOOK

Paraibanos recebem abono natalino do Bolsa Família a partir desta segunda-feira (10)

Paraibanos recebem abono natalino do Bolsa Família a partir desta segunda-feira (10)

Do Portal T5Inicia nesta segunda-feira (10) o pagamento do Abono Natalino...

TAVARES: Prefeito Luiz Poeta visita obra da construção de Escola de 12 salas

TAVARES: Prefeito Luiz Poeta visita obra da construção de Escola de 12 salas

Ascom - Marta AlvesO Prefeito de Tavares, no Sertão da Paraíba, Luiz Poeta,...

Em Piancó, apenados tentam fuga da cadeia pública mas são impedidos pela PM

Em Piancó, apenados tentam fuga da cadeia pública mas são impedidos pela PM

A cidade de Piancó amanheceu o domingo (09/12) agitado com a notícia de que apenados...

Fábio Tyrone, prefeito de Sousa, vai novamente para páginas policiais

Fábio Tyrone, prefeito de Sousa, vai novamente para páginas policiais

Paraiba.com.brNão é a primeira vez que o prefeito Fábio Tyrone troca de noticiário,...

Dois integrantes do MST são executados a tiros dentro de fazenda ocupada na Paraíba

Dois integrantes do MST são executados a tiros dentro de fazenda ocupada na Paraíba

Por Luanja DantasDois homens foram assassinados a tiros na madrugada deste sábado,...

167 Famílias Carentes são beneficiadas com o Programa Moradia Legal

em Água Branca.(VEJA O VÍDEO)

Os pontos de revenda do botijão do GLP (gás de cozinha) que forem pegos praticando preços extorsivos serão autuados e multados e os responsáveis poderão ser presos em flagrante. Os fiscais da Secretaria Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor estão conferindo as denúncias que estão chegando ao Procon-JP dando conta de que existem estabelecimentos vendendo o botijão por até por R$ 200.

O secretário Helton Renê alerta que qualquer comerciante de qualquer tipo de segmento que se aproveitar desse momento difícil será punido com o rigor da lei. “Estamos recebendo denúncias de vários segmentos do comércio, como farmácia e supermercados, sobre aumentos de preços dos produtos de forma exorbitante. Quem for flagrado praticando esse tipo de abuso não apenas será autuado e multado, mas poderá ter o estabelecimento fechado e o responsável será detido. Não dá para contemporizar com quem se aproveita da fragilidade da população”.

A equipe de fiscalização iniciou a inspeção nos pontos de revenda do gás de cozinha na última sexta-feira (25), pelos 19 estabelecimentos visitados pela equipe da pesquisa realizada no dia 24 de abril de 2018, onde o menor preço era registrado a R$ 60,00 e, o maior, em R$ 70,00. Em ambos os casos podia-se comprar o produto por esses preços à vista ou no cartão. “Iniciamos nossa fiscalização desde a semana passada. Até o momento não conseguimos flagrar nenhuma irregularidade denunciada. A grande maioria já estava, inclusive, sem o produto”, afirmou.

Estocagem

A denúncia quanto à estocagem do botijão de gás de cozinha, justamente para valorizar o preço do produto, também não foi constatada. “Nossos fiscais estão checando todas as denúncias que estão chegando ao Procon-JP e as irregularidades que forem encontradas serão exemplarmente punidas. Como realizamos pesquisas de preços em abril passado, temos como nos basear para averiguar se há abusividade nos preços. Quanto à informação de que os donos do estabelecimento estão escondendo o produto, também estamos verificando”, informou o secretário Helton Renê.

Ele salienta que os estabelecimentos estão sendo notificados para que apresentem as cinco últimas notas fiscais de compra do GLP e, em caso de irregularidade, as multas podem chegar a R$ 15 mil, além de interdição do estabelecimento. “Os casos mais extremos, como a venda de um botijão por 200 reais, terão punição mais severa, a exemplo de prisão”. (Portal Correio)