Pesquisa no Blog

Pesquisa no Google

 
bove=""

 

PADRE DJACY BRASILEIRO

NA LUTA CONSTANTE EM FAVOR

DA CLASSE MENOS FAVORECIDA 

Rádio Web

KM JUREMA

Org. Pauliano Tomaz

Art Regina, Art com Grafite

Comunicação Audiovisual -Tavares/PB.

 Fone: (83) 9 9869-8213. Hélio Mendes.

STAR FOTO E VÍDEO

 

By Fábio Arrud@&Silvan@

Praça Coronel José Pereira -04

Centro-Princesa Isabel - PB

CONTATO: 041 83 999463213

         FECEBOOK

Filho mata a própria mãe e ateia fogo no corpo da vítima; veja detalhes

Filho mata a própria mãe e ateia fogo no corpo da vítima; veja detalhes

Nas primeiras horas do último sábado (16), a Polícia Militar da cidade de Pau dos Ferros,...

Mulher é presa ao tentar com droga no Presídio Padrão de Cajazeiras

Mulher é presa ao tentar com droga no Presídio Padrão de Cajazeiras

Uma Mulher identificada Por Rafaela Guedes de Paula de 23 anos, foi flagrada tentando...

Kombi pega fogo quando era abastecida em posto de combustíveis, em Patos

Kombi pega fogo quando era abastecida em posto de combustíveis, em Patos

Na tarde deste domingo (17) uma Kombi pegou fogo durante abastecimento no Posto de...

PRINCESA ISABEL: Dia do Artista Princesense será celebrado com homenagens e apresentações culturais

PRINCESA ISABEL: Dia do Artista Princesense será celebrado com homenagens e apresentações culturais

No dia 19 de março é comemorado o Dia do Artista Princesense, graças a uma Lei municipal...

Governo Municipal de Água Branca beneficia o "homem do campo" com o Programa de Aração de Terra.

 

A Justiça Federal na Paraíba (JFPB), por meio da 8ª Vara, em Sousa, realizou um mutirão de conciliações com 35 municípios dos 58 que compõem a área de atuação da Subseção Judiciária de Sousa (PB), com o objetivo de realizar um acordo para a implantação de pontos eletrônicos para controle da jornada de trabalho dos profissionais vinculados ao Sistema Único de Saúde que atuam na região.
 
Com o Termo de Ajustamento de Conduta firmado entre os prefeitos e procuradores, os municípios deverão instalar, no prazo máximo de 60 dias, os equipamentos que permitirão a fiscalização do tempo de expediente de todos os servidores públicos concursados, contratados temporariamente ou prestadores de serviços.
 
O juiz federal Marcos Antonio de Araújo Filho, da 8ª Vara Federal, destacou a “importância da realização dos acordos que deverão possibilitar a melhoria do atendimento do sistema de saúde”. O magistrado frisou ainda que “a divulgação desta notícia permitirá uma maior fiscalização pelos usuários do cumprimento dos termos dos acordos firmados”.
 
As audiências ocorreram nos dias 23 e 24 de maio e a ação foi proposta pelo Ministério Público Federal que, de forma recorrente, recebe representações de cidadãos que relatam não terem sido atendidos pelo SUS em virtude da ausência ou atraso dos profissionais de saúde.
 
Fonte Assessoria