Pesquisa no Blog

Conheça o autor

Pesquisa no Google

 
bove=""

 

REAL JUREMA CAMPEÃ 2017 DO CAMPEONATO TAVARENSE DE FUTEBOL

 

 

 

PADRE DJACY BRASILEIRO

NA LUTA CONSTANTE EM FAVOR

DA CLASSE MENOS FAVORECIDA 

Rádio Web

KM JUREMA CLIQUE NA IMAGEM ABAIXO E OUÇA A RÁDIO AO VIVO

Art Regina, Art com grafite

  Comunicação Audiovisual

STAR FOTO E VÍDEO

 

By Fábio Arrud@&Silvan@

Praça Coronel José Pereira -04

Centro-Princesa Isabel - PB

CONTATO: 041 83 999463213

         FECEBOOK

Na Rádio Princesa, Hervázio Bezerra agradece aos princesenses pela vitória; deputado foi eleito com mais de 31 mil votos

Na Rádio Princesa, Hervázio Bezerra agradece aos princesenses pela vitória; deputado foi eleito com mais de 31 mil votos

O deputado estadual Hervázio Bezerra (PSB), esteve em Princesa Isabel, no Sertão da...

PREFEITURA ENTREGA ÓCULOS DE GRAUS NESTA SEXTA-FEIRA (19)

PREFEITURA ENTREGA ÓCULOS DE GRAUS NESTA SEXTA-FEIRA (19)

A prefeitura de Princesa Isabel, no Sertão da Paraíba, entrega nesta sexta-feira (19),...

Homem é preso com plantação de maconha na casa onde morava em Princesa Isabel, PB

Homem é preso com plantação de maconha na casa onde morava em Princesa Isabel, PB

Foto: Polícia Civil/DivulgaçãoPor G1 PB Um homem foi preso na tarde desta...

PREFEITURA DE PRINCESA REALIZA CAMINHADA EM ALUSÃO AO OUTUBRO ROSA

PREFEITURA DE PRINCESA REALIZA CAMINHADA EM ALUSÃO AO OUTUBRO ROSA

Com o intuito de chamar atenção, diretamente, para a realidade atual do câncer de...

 

Resultado de imagem para Temer assustado

Exame.com

O ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), deu um prazo de 48 horas para o presidente Michel Temer, a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), a Secretaria de Promoção da Produtividade e Advocacia da Concorrência – vinculada ao Ministério da Fazenda – e a Superintendência-Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) se manifestarem sobre a medida provisória que estabeleceu o preço mínimo dos fretes.

A decisão de Fux foi tomada no âmbito de uma ação direta de inconstitucionalidade movida pela Associação do Transporte Rodoviário de Cargas do Brasil (ATR Brasil) contra a medida provisória. A associação alega que a tabela “decreta o fim da livre iniciativa e da concorrência para ‘acalmar’ uma categoria furiosa, irá, ao fim e ao cabo, liquidar as empresas de transporte rodoviário de ‘commodities'”.

“Considerando a premente necessidade de solucionar a controvérsia ora apontada, em razão da comoção social apresentada em episódios de fechamento forçado de rodovias, resultando em desabastecimento de bens básicos por todo o país, faz-se mister reduzir os prazos de manifestação sobre o pleito cautelar previstos no art. 10 da Lei n.º 9.868/99”, escreveu Fux em decisão assinada nesta quinta-feira.

“Assim, preserva-se o contraditório possível no caso concreto, sem penalizar a sociedade com o atraso na prestação jurisdicional”, determinou o ministro.

Fux também é relator de outra ação que questiona o tabelamento de preços mínimos de frete, apresentada pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) na última terça-feira, 12.