Pesquisa no Blog

Pesquisa no Google

 
bove=""

 

PADRE DJACY BRASILEIRO

NA LUTA CONSTANTE EM FAVOR

DA CLASSE MENOS FAVORECIDA 

Rádio Web

KM JUREMA

Org. Pauliano Tomaz

Art Regina, Art com Grafite

Comunicação Audiovisual -Tavares/PB.

 Fone: (83) 9 9869-8213. Hélio Mendes.

STAR FOTO E VÍDEO

 

By Fábio Arrud@&Silvan@

Praça Coronel José Pereira -04

Centro-Princesa Isabel - PB

CONTATO: 041 83 999463213

         FECEBOOK

Filho mata a própria mãe e ateia fogo no corpo da vítima; veja detalhes

Filho mata a própria mãe e ateia fogo no corpo da vítima; veja detalhes

Nas primeiras horas do último sábado (16), a Polícia Militar da cidade de Pau dos Ferros,...

Mulher é presa ao tentar com droga no Presídio Padrão de Cajazeiras

Mulher é presa ao tentar com droga no Presídio Padrão de Cajazeiras

Uma Mulher identificada Por Rafaela Guedes de Paula de 23 anos, foi flagrada tentando...

Kombi pega fogo quando era abastecida em posto de combustíveis, em Patos

Kombi pega fogo quando era abastecida em posto de combustíveis, em Patos

Na tarde deste domingo (17) uma Kombi pegou fogo durante abastecimento no Posto de...

PRINCESA ISABEL: Dia do Artista Princesense será celebrado com homenagens e apresentações culturais

PRINCESA ISABEL: Dia do Artista Princesense será celebrado com homenagens e apresentações culturais

No dia 19 de março é comemorado o Dia do Artista Princesense, graças a uma Lei municipal...

Governo Municipal de Água Branca beneficia o "homem do campo" com o Programa de Aração de Terra.

 

Um homem foi encontrado morto, na manhã desta quarta-feira (20), com as mãos amarradas, com cordas também nos pés e dentro de um saco, próximo ao Centro de Convenções, em João Pessoa. Segundo a Polícia Militar, o corpo foi identificado e pertencia ao  segurança Uadson Ranieri Caetano Martins, de 40 anos.

De acordo com informações de familiares à PM, a vítima havia saído de casa na tarde de ontem (19) para pegar a moto em uma oficina e depois sumiu. A família tentou entrar em contato, mas não obteve êxito.

Ainda não há informações confirmadas sobre a motivação do crime, apenas a Polícia Civil, que dará andamento às investigações, poderá comprovar sobre algumas cápsulas encontradas ao lado do corpo.

A esposa da vítima relatou à Polícia Militar que ele havia identificado um suspeito de assaltar a obra em que ele trabalhava como vigilante, o que faz a polícia acreditar que a execução pode ter sido uma represália.

O caso está sendo investigado pela Delegacia de Homicídios de João Pessoa, que também considera a linha de latrocínio. (Paraiba Todo Dia)