Pesquisa no Blog

Pesquisa no Google

 
bove=""

 

PADRE DJACY BRASILEIRO

NA LUTA CONSTANTE EM FAVOR

DA CLASSE MENOS FAVORECIDA 

Rádio Web

KM JUREMA

Org. Pauliano Tomaz

Art Regina, Art com Grafite

Comunicação Audiovisual -Tavares/PB.

 Fone: (83) 9 9869-8213. Hélio Mendes.

STAR FOTO E VÍDEO

 

By Fábio Arrud@&Silvan@

Praça Coronel José Pereira -04

Centro-Princesa Isabel - PB

CONTATO: 041 83 999463213

         FECEBOOK

Bandidos armados assaltam mais uma farmácia no Centro de Serra Talhada e levam R$ 20

Bandidos armados assaltam mais uma farmácia no Centro de Serra Talhada e levam R$ 20

imagem ilustrada Bandidos armados assaltam mais uma farmácia no...

Governo cria programa de transporte escolar para alunos da Zona Rural da PB

Governo cria programa de transporte escolar para alunos da Zona Rural da PB

 Foto: Reprodução/TV ParaíbaPor G1 PB Um decreto publicado nesta...

 UBS DA SAUDADE EM PRINCESA ISABEL REALIZA PALESTRA E ATIVIDADES PARA HIPERTENSOS E DIABÉTICOS

UBS DA SAUDADE EM PRINCESA ISABEL REALIZA PALESTRA E ATIVIDADES PARA HIPERTENSOS E DIABÉTICOS

O grupo de Hipertensos e Diabéticos que são atendidos pela UBS da Saudade, em...

Preso por morte de adolescente na PB ajudou a reconhecer corpo e foi a velório, diz polícia

Preso por morte de adolescente na PB ajudou a reconhecer corpo e foi a velório, diz polícia

Um homem foi preso na quinta-feira (22) suspeito de matar um adolescente de 17...

5ª Conferência Municipal de Saúde será realizada na próxima semana em Tavares

5ª Conferência Municipal de Saúde será realizada na próxima semana em Tavares

A Prefeitura de Tavares, no Sertão da Paraíba, através da Secretaria de Saúde, por meio...

 

1ª DP, em Brasília (Foto: Reprodução/TV Globo)

A médica pediatra Juliana de Pina Araújo é suspeita de matar por overdose de medicação o próprio filho de apenas 3 anos, nesta quinta-feira (28), em Brasília. Quando ela foi presa, a polícia encontrou envelopes com remédios de uso controlado no lixo e ao lado do corpo da criança, que foi encontrada morta na cama. Também foi encontrada uma mamadeira com leite ao lado do bebê, onde supostamente o remédio foi administrado.

 

A médica tem 34 anos, é servidora do Samu e sofre de depressão. De acordo com informações dos vizinhos, ela fez um corte no pescoço e correu pelas escadas do prédio, que fica localizado na Asa Sul, sangrando. O porteiro foi quem a segurou e os moradores chamaram a polícia. Ao entrar no apartamento perceberam que a criança não acordava. Devido as circunstâncias do caso, a justiça do Distrito Federal decidiu mantê-la em prisão por tempo indeterminado. (Via Correio24horas)