Pesquisa no Blog

Conheça o autor

Pesquisa no Google

 
bove=""

 

REAL JUREMA CAMPEÃ 2017 DO CAMPEONATO TAVARENSE DE FUTEBOL

 

 

 

PADRE DJACY BRASILEIRO

NA LUTA CONSTANTE EM FAVOR

DA CLASSE MENOS FAVORECIDA 

Rádio Web

KM JUREMA CLIQUE NA IMAGEM ABAIXO E OUÇA A RÁDIO AO VIVO

Art Regina, Art com grafite

  Comunicação Audiovisual

STAR FOTO E VÍDEO

 

By Fábio Arrud@&Silvan@

Praça Coronel José Pereira -04

Centro-Princesa Isabel - PB

CONTATO: 041 83 999463213

         FECEBOOK

Em Catingueira, Ex-vereador Josivan Marques rompe com o prefeito Odir Borges e pode ter levado consigo três vereadores

Em Catingueira, Ex-vereador Josivan Marques rompe com o prefeito Odir Borges e pode ter levado consigo três vereadores

O ex-vereador e atual presidente do MDB de Catingueira, Josivan Marques, rompeu os laços...

Corpo de Promotor de eventos que ia se casar nesta quarta-feira com jovem de Piancó é encontrado em Jericó

Corpo de Promotor de eventos que ia se casar nesta quarta-feira com jovem de Piancó é encontrado em Jericó

De acordo com as primeiras informações, o corpo do jovem foi achado na Rodovia PB-325,...

Blog do Djacir Pereira vai retransmitir debate com candidatos ao Governo da Paraíba nesta segunda-feira (24)

Blog do Djacir Pereira vai retransmitir debate com candidatos ao Governo da Paraíba nesta segunda-feira (24)

Foto: Blog do LeviNa noite desta segunda-feira, dia 24 de setembro, o Portal Diário...

Pagamento do IPVA de veículos com placa final 9 deve ser antecipado na PB

Pagamento do IPVA de veículos com placa final 9 deve ser antecipado na PB

Donos de veículos de placa final 9 deverão antecipar o pagamento do Imposto Sobre a...

Prefeitura de Juru realiza Campanha de Vacinação contra a Raiva

Prefeitura de Juru realiza Campanha de Vacinação contra a Raiva

A prefeitura de Juru, no Sertão da Paraíba, através da Secretaria de Saúde, por meio...

 

Via Portal 40 Graus

O governador Ricardo Coutinho (PSB) e os outros governadores do Nordeste, além do de Minas Gerais e do Acre publicaram uma nota oficial em que criticam o juiz Sérgio Moro, especialmente no caso do Habeas corpus concedido a Lula pelo desembargador plantonista Rogério Favreto, no domingo (8). A ordem judicial de soltura foi questionada por Moro, pelo relator do processo do ex-presidente Gebran Neto e pelo presidente do Tribunal Regional Federal da 4ª ragião (TRF4).

O site de Lula traz o seguinte argumento. “Lula, como todos os brasileiros, não pode ser beneficiado por privilégios ilegais. Mas também não pode ser perseguido, como evidentemente tem sido.”

Veja a nota dos governadores, na íntegra.

Na manhã de hoje, o povo brasileiro recebia a auspiciosa notícia da libertação do Presidente Lula. O Desembargador competente para apreciar liminares durante o plantão reconduzia o Brasil à senda da legalidade democrática e respondia às aspirações nacionais de reconstitucionalização do país.

A condenação do Presidente Lula se deu de forma contrária às leis brasileiras e à jurisprudência de nossas cortes superiores. A decisão condenatória foi proferida por magistrado desprovido de competência legal, cujas condutas tem revelado, reiteradamente, total ausência de imparcialidade. Basta lembrar da divulgação ilegal de diálogos telefônicos mantidos pelo Presidente Lula, que foi prontamente rechaçada pelo Supremo Tribunal Federal.

Agora, o mesmo magistrado, atipicamente, se insurgiu contra a decisão do desembargador de plantão, determinando às autoridades policiais que se abstivessem de cumpri-la. Essa atitude revela muito mais que zelo na condução dos processos submetidos à sua jurisdição: revela inaceitável parcialidade, além de desprezo pela organização hierárquica do Judiciário.

De modo ainda mais atipico, o Desembargador prevento antecipa o retorno de suas férias e avoca o julgamento do habeas corpus, revogando a liminar concedida.

Lula, como todos os brasileiros, não pode ser beneficiado por privilégios ilegais. Mas também não pode ser perseguido, como evidentemente tem sido.

Apenas a aplicação imparcial das leis que dispõem sobre a liberdade e as condições de elegibilidade podem dar lugar a eleições legitimas em 2018.