Pesquisa no Blog

Pesquisa no Google

 
bove=""

 

REAL JUREMA CAMPEÃ 2017 DO CAMPEONATO TAVARENSE DE FUTEBOL

 

 

 

PADRE DJACY BRASILEIRO

NA LUTA CONSTANTE EM FAVOR

DA CLASSE MENOS FAVORECIDA 

Rádio Web

KM JUREMA CLIQUE NA IMAGEM ABAIXO E OUÇA A RÁDIO AO VIVO

Art Regina, Art com grafite

  Comunicação Audiovisual

STAR FOTO E VÍDEO

 

By Fábio Arrud@&Silvan@

Praça Coronel José Pereira -04

Centro-Princesa Isabel - PB

CONTATO: 041 83 999463213

         FECEBOOK

Prefeitura de Princesa Isabel incentiva Agricultura Familiar e garante merenda de qualidade no município

Prefeitura de Princesa Isabel incentiva Agricultura Familiar e garante merenda de qualidade no município

Com o intuito de oferecer uma merenda escolar de qualidade aos estudantes da rede...

PT registra candidatura de Lula à Presidência da República

PT registra candidatura de Lula à Presidência da República

O Partido dos Trabalhadores (PT) registrou a candidatura do ex-presidente Luiz...

Após afastamento do titular, vice assume em Patos

Após afastamento do titular, vice assume em Patos

G1 PBApós afastamento do ex-prefeito da cidade de Patos, Dinaldo Medeiros Wanderley...

Antes de morrer, homem queimado em Tabira revela quem cometeu o crime

Antes de morrer, homem queimado em Tabira revela quem cometeu o crime

Do Afogados OnlineUm dos dois homens que deram entrada Hospital da Restauração, no...

Justiça mantém condenação de ex-prefeito de Cabedelo por ato de improbidade administrativa

Justiça mantém condenação de ex-prefeito de Cabedelo por ato de improbidade administrativa

O Tribunal de Justiça da Paraíba manteve, por unanimidade, a condenação do ex-prefeito do...

 

MPC investiga acúmulos de cargos com altos salários na PB

O Ministério Público de Contas da Paraíba ingressou com diversas representações, junto ao Tribunal de Contas do  Estado (TCE-PB), questionando acumulações indevidas de cargos públicos, sobretudo envolvendo profissionais da área de saúde. Veja aqui.

As ações são embasadas por informações do TCE-PB, que disponibiliza um painel que retrata as acumulações de funções e cargos públicos no Estado e Municípios.

Dentre as situações questionadas, algumas se destacam pelo excesso de vínculos em entes públicos distintos e outras pelos valores percebidos pelos agentes públicos.

Nesse primeiro momento, o Ministério Público de Contas priorizou os entes que mais possuem agentes públicos em seu quadro funcional, como o Estado da Paraíba e os Municípios de João Pessoa e Campina Grande, além das situações com maiores números de vínculos acumulados.

A Constituição Federal estabelece, como regra, a proibição da acumulação remunerada de cargos, empregos e funções de natureza pública, em quaisquer dos Poderes da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios, permitindo a acumulação apenas nas hipóteses expressamente previstas no texto constitucional e desde que haja compatibilidade de horários. Leia mais no Portal Correio