Pesquisa no Blog

Conheça o autor

Pesquisa no Google

 
bove=""

 

REAL JUREMA CAMPEÃ 2017 DO CAMPEONATO TAVARENSE DE FUTEBOL

 

 

 

PADRE DJACY BRASILEIRO

NA LUTA CONSTANTE EM FAVOR

DA CLASSE MENOS FAVORECIDA 

Rádio Web

KM JUREMA CLIQUE NA IMAGEM ABAIXO E OUÇA A RÁDIO AO VIVO

Art Regina, Art com grafite

  Comunicação Audiovisual

STAR FOTO E VÍDEO

 

By Fábio Arrud@&Silvan@

Praça Coronel José Pereira -04

Centro-Princesa Isabel - PB

CONTATO: 041 83 999463213

         FECEBOOK

Manifestantes a favor de Haddad em Tavares realizarão “Caminhada da Vitória” nesta segunda-feira (22)

Manifestantes a favor de Haddad em Tavares realizarão “Caminhada da Vitória” nesta segunda-feira (22)

Nesta segunda-feira (22/10) apoiadores do candidato a presidente Fernando Haddad (PT), na...

TSE abre investigação para apurar crime de Caixa 2 eleitoral de Bolsonaro

TSE abre investigação para apurar crime de Caixa 2 eleitoral de Bolsonaro

Por O GloboO ministro Jorge Mussi, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), abriu...

Assaltantes disparam quatro tiros no carro do filho de José Maranhão

Assaltantes disparam quatro tiros no carro do filho de José Maranhão

Por Click PBO carro de Leopidio Maranhão, filho do senador José Maranhão, foi...

Supremo derruba pagamento de pensão para ex-governadores da Paraíba

Supremo derruba pagamento de pensão para ex-governadores da Paraíba

Jornal da ParaíbaO Supremo Tribunal Federal (STF) proibiu, por unanimidade, o...

Celular pode ter causado incêndio em residência no interior da PB

Celular pode ter causado incêndio em residência no interior da PB

Uma casa pegou fogo nesta sexta-feira (19), na cidade de Sousa, Sertão da Paraíba, e...

 

Portal T5 - Foi publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) deste sábado (11) a decisão que exonera um Cabo da Polícia Militar (PM).

Assinada pelo comandante-geral da PMPB, coronel Euller Chaves, a portaria aponta que o cabo é suspeito de estuprar a enteada e crime foi descoberto em junho de 2016, depois que a vítima, à época com 12 anos, foi achada em uma casa abandonada próximo a residência da mãe do acusado.

Segundo o texto, a conduta do cabo afronta a honra pessoal, o pundonor, a ética e o decoro da classe dos policiais militares.

A publicação diz que o policial “agiu em desacordo com os preceitos disciplinares, morais e éticos da Corporação, tornando-se, assim, um mau exemplo perante o dignos homens e mulheres”.

De acordo com as investigações, a adolescente fugiu por não aguentar os abusos sexuais praticados pelo companheiro da sua mãe.

A jovem de idade não informada ficou desaparecida por cerca de 24 horas, até que a mãe acionasse a polícia, através da delegacia, para comunicar o desaparecimento. A denúncia desencadeada pelo Ministério Público foi datada no dia 18 de junho de 2016.