Pesquisa no Blog

Pesquisa no Google

 
bove=""

 

PADRE DJACY BRASILEIRO

NA LUTA CONSTANTE EM FAVOR

DA CLASSE MENOS FAVORECIDA 

Rádio Web

KM JUREMA

Org. Pauliano Tomaz

Art Regina, Art com Grafite

Comunicação Audiovisual -Tavares/PB.

 Fone: (83) 9 9869-8213. Hélio Mendes.

STAR FOTO E VÍDEO

 

By Fábio Arrud@&Silvan@

Praça Coronel José Pereira -04

Centro-Princesa Isabel - PB

CONTATO: 041 83 999463213

         FECEBOOK

PRINCESA ISABEL: Equipe Multiprofissional do NASF realiza atendimentos nas UBS’s

PRINCESA ISABEL: Equipe Multiprofissional do NASF realiza atendimentos nas UBS’s

(Foto: Camila Abrantes - Coordenadora do NASF)Com o objetivo de apoiar, ampliar e...

Secretaria de Saúde de Tavares realizou a Semana Saúde na Escola.

Secretaria de Saúde de Tavares realizou a Semana Saúde na Escola.

A secretaria municipal esteve realizando de 08 a 12 de abril, a semana municipal de...

Prefeitura de Princesa Isabel realiza levantamento de BENS IMÓVEIS DO MUNICÍPIO

Prefeitura de Princesa Isabel realiza levantamento de BENS IMÓVEIS DO MUNICÍPIO

A Secretaria de Finanças, Administração e Planejamento, de Princesa Isabel, no Sertão da...

Homem tenta matar outro com um tiro de revólver, em Piancó

Homem tenta matar outro com um tiro de revólver, em Piancó

Uma tentativa de homicídio foi registrada na tarde deste domingo (21), no Bairro Alto do...

 

Resultado de imagem para fotos do ex-prefeito de princesa isabel pb

O Tribunal Regional Federal da 5ª Região, em Recife-PE, condenou, em 2ª Instancia, o ex-prefeito de Princesa Isabel – PB, Dominguinhos (PSDB) e o vereador Erivonaldo Freire (MDB) ao pagamento de multas, no valor de R$ 60 mil e R$ 10 mil, respectivamente.

A condenação é referente ao “Caso do Saque na Boca do Caixa”, de um convênio da FUNASA, recursos federais destinados ao esgotamento sanitário do município.

Segundo o Ministério Público Federal, o dinheiro foi sacado de forma criminosa, fraudulenta e com caráter ímprobo.

Para “maquiar” a manobra financeira realizada às vésperas da eleições 2012, foi simulado fraudulentamente um processo licitatório para realização de estradas vicinais com o pagamento de R$ 60 mil a “empresa” vencedora do certame – tudo de fachada.

Em outra manobra, recursos equivalentes do FPM foram transferidos para conta da FUNASA, na tentativa de burlar o explicito caráter criminoso da utilização de recursos públicos.

Com mais esta condenação, Dominguinhos perde os direitos políticos por seis anos e é condenado a pagar os valores já citados.

No caso do vereador Erivonaldo, apesar do dolo à moralidade administrativa, ficam mantidos os direitos políticos, mas, amargará o pagamento da multa R$ 10 mil.  Como a condenação é em 2ª Instância, esses valores serão atualizados.

Este espaço está aberto ao contraponto dos citados!