Pesquisa no Blog

Pesquisa no Google

 
bove=""

 

PADRE DJACY BRASILEIRO

NA LUTA CONSTANTE EM FAVOR

DA CLASSE MENOS FAVORECIDA 

Rádio Web

KM JUREMA

Org. Pauliano Tomaz

Art Regina, Art com Grafite

Comunicação Audiovisual -Tavares/PB.

 Fone: (83) 9 9869-8213. Hélio Mendes.

STAR FOTO E VÍDEO

 

By Fábio Arrud@&Silvan@

Praça Coronel José Pereira -04

Centro-Princesa Isabel - PB

CONTATO: 041 83 999463213

         FECEBOOK

PRINCESA ISABEL: Equipe Multiprofissional do NASF realiza atendimentos nas UBS’s

PRINCESA ISABEL: Equipe Multiprofissional do NASF realiza atendimentos nas UBS’s

(Foto: Camila Abrantes - Coordenadora do NASF)Com o objetivo de apoiar, ampliar e...

Secretaria de Saúde de Tavares realizou a Semana Saúde na Escola.

Secretaria de Saúde de Tavares realizou a Semana Saúde na Escola.

A secretaria municipal esteve realizando de 08 a 12 de abril, a semana municipal de...

Prefeitura de Princesa Isabel realiza levantamento de BENS IMÓVEIS DO MUNICÍPIO

Prefeitura de Princesa Isabel realiza levantamento de BENS IMÓVEIS DO MUNICÍPIO

A Secretaria de Finanças, Administração e Planejamento, de Princesa Isabel, no Sertão da...

Homem tenta matar outro com um tiro de revólver, em Piancó

Homem tenta matar outro com um tiro de revólver, em Piancó

Uma tentativa de homicídio foi registrada na tarde deste domingo (21), no Bairro Alto do...

 

Imagem relacionada

Por G1 Campinas e Região - O ex-prefeito de Indaiatuba (SP) Reinaldo Nogueira foi condenado a 23 anos de 4 meses de prisão em regime inicialmente fechado, além do pagamento de multa, por suposto desvio de recursos após a desapropriação de um imóvel adquirido em 2004 pelo pai dele, Leonício Lopes Cruz.

 

A decisão da 1ª Vara Criminal diz que o ex-chefe do Executivo pode recorrer em liberdade.

"O local originou um distrito industrial destinado às micros e pequenas empresas. O intuito da desapropriação feita pelo ex-prefeito era valorizar o imóvel e tomar posse indevidamente de recursos", diz nota do MP.

Cruz também foi condenado nesta terça-feira, em outro processo, a 17 anos 2 meses de prisão, além do pagamento de multa. "Leonício detinha posição chave no esquema criminoso, na medida em que sempre foi o proprietário oculto do imóvel desapropriado, assim como atuava como procurador do filho, o qual foi o responsável legal pela desapropriação", diz trecho da decisão.

O acusado também pode recorrer em liberdade, segundo a 1ª Vara Criminal.

Em junho, Nogueira já havia sido condenado a 15 anos de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, e também pode recorrer em liberdade, segundo a decisão da Justiça Cível . Em junho de 2016, ele chegou a ser preso durante operação do MP para investigar corrupção nas desapropriações

O advogado de Nogueira e do pai dele, Ricardo Sayeg, afirmou que já ingressou com apelação junto ao Tribunal de Justiça (TJ-SP). "Estou muito seguro do resultado positivo. Acredito na Justiça."