Pesquisa no Blog

Pesquisa no Google

 
bove=""

 

PADRE DJACY BRASILEIRO

NA LUTA CONSTANTE EM FAVOR

DA CLASSE MENOS FAVORECIDA 

Rádio Web

KM JUREMA CLIQUE NA IMAGEM ABAIXO E OUÇA A RÁDIO AO VIVO

Art Regina, Art com grafite

Comunicação Audiovisual -Tavares/PB.

 Fone: (83) 9 9869-8213. Hélio Mendes.

STAR FOTO E VÍDEO

 

By Fábio Arrud@&Silvan@

Praça Coronel José Pereira -04

Centro-Princesa Isabel - PB

CONTATO: 041 83 999463213

         FECEBOOK

Motorista perde controle de carro e capota em Patos

Motorista perde controle de carro e capota em Patos

Um acidente envolvendo um veículo foi registrado na tarde desta sexta-feira, 18 de...

Falta energia em 15 cidades do Cariri e Sertão; Energisa emite nota

Falta energia em 15 cidades do Cariri e Sertão; Energisa emite nota

Leia na integra a nota emitida pela empresaA Energisa informa que, desde a noite de...

PARCERIA: Fundação Lemann inicia atividades do Programa “Educando Pra Viver”, em Princesa Isabel

PARCERIA: Fundação Lemann inicia atividades do Programa “Educando Pra Viver”, em Princesa Isabel

A Fundação Lemann inicia no dia 23 de janeiro as atividades para a implantação do...

Polícia é recebida com disparo de arma de fogo em ponto de droga em Tabira

Polícia é recebida com disparo de arma de fogo em ponto de droga em Tabira

Ao realizar rondas e abordagens a equipe da ROCAM tomou conhecimento de um ponto de droga...

Assistência Social de Água Branca recepciona mães do Programa Criança Feliz

Assistência Social de Água Branca recepciona mães do Programa Criança Feliz

A Secretaria de Assistência Social e o CRAS de Água Branca, no Sertão da Paraíba,...

Prefeito Tom e o Secretário de Agricultura Gustavo, visitam criatórios de peixes 

 

A Câmara dos Deputados analisa o Projeto de Lei 9930/18, da deputada Erika Kokay (PT-DF), que criminaliza a divulgação, sem consentimento, de foto, vídeo ou outros materiais relativos à intimidade de mulher.

A proposta acrescenta artigo ao Código Penal (Decreto-Lei 2.848/40), prevendo pena de detenção de três meses a um ano mais multa para o crime.

Pelo texto, a pena será aumentada da metade caso a captação da foto, vídeo ou outros materiais relativos à intimidade de mulher decorra de atividade profissional comercial ou funcional.

A pena será aumentada da metade também no caso de utilização clandestina de câmeras em banheiros públicos, imóveis alugados ou quartos de hotel.

O texto também altera a Lei Maria da Penha (11.340/06), para que o comportamento passe a ser considerado violência psicológica.

“É inadmissível que a fragilidade da mulher seja exposta por qualquer meio, seja físico ou digital”, justifica a parlamentar.

Outras propostas
A Câmara dos Deputados já aprovou, no ano passado, outra proposta que considera como violência contra a mulher a divulgação pela internet, ou em outro meio de propagação, de informações, imagens, dados, vídeos, áudios, montagens ou fotocomposições da mulher sem o seu expresso consentimento (PL 5555/13). 

O projeto foi enviado ao Senado, onde foi modificado, e agora as alterações serão analisadas pela Câmara.

Atualmente, o Código Penal já tem uma tipificação (Lei Carolina Dieckmann) para o crime de invasão de dispositivo informático, com pena de reclusão de seis meses a 2 anos, e aumento de um a dois terços quando houver a divulgação a terceiros do conteúdo obtido.

Tramitação
A proposta será analisada pelas comissões de Defesa dos Direitos da Mulher; e de Constituição e Justiça e de Cidadania. Em seguida, será votada pelo Plenário.

Fonte: Câmara dos Deputados