Pesquisa no Blog

Pesquisa no Google

 
bove=""

 

PADRE DJACY BRASILEIRO

NA LUTA CONSTANTE EM FAVOR

DA CLASSE MENOS FAVORECIDA 

Rádio Web

KM JUREMA

Org. Pauliano Tomaz

Art Regina, Art com Grafite

Comunicação Audiovisual -Tavares/PB.

 Fone: (83) 9 9869-8213. Hélio Mendes.

STAR FOTO E VÍDEO

 

By Fábio Arrud@&Silvan@

Praça Coronel José Pereira -04

Centro-Princesa Isabel - PB

CONTATO: 041 83 999463213

         FECEBOOK

Bandidos armados tomam celular de jovem no Povoado Jurema, em Tavares.

Bandidos armados tomam celular de jovem no Povoado Jurema, em Tavares.

Na noite desta terça-feira (23), dois bandidos provavelmente armado, tomaram um celular...

CCJ aprova por unanimidade lei de Wilson Filho que cria Mês de Enfrentamento às Drogas na PB

CCJ aprova por unanimidade lei de Wilson Filho que cria Mês de Enfrentamento às Drogas na PB

A Comissão de Constituição, Justiça e Redação da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB)...

FUNDAÇÃO LEMANN: I FORMAÇÃO ACONTECE ATRAVÉS DE VÍDEO CONFERÊNCIA EM PRINCESA ISABEL

FUNDAÇÃO LEMANN: I FORMAÇÃO ACONTECE ATRAVÉS DE VÍDEO CONFERÊNCIA EM PRINCESA ISABEL

Formadores das disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática, participaram na tarde...

Gari sofre infarto fulminante quando fazia limpeza de praça central, na cidade de Diamante

Gari sofre infarto fulminante quando fazia limpeza de praça central, na cidade de Diamante

Um Servidor Público, ocupante da função de Gari, morreu vítima de um infarto fulminante...

Comissão da CMP livra prefeito Dinaldinho de cassação e arquiva denúncias

Comissão da CMP livra prefeito Dinaldinho de cassação e arquiva denúncias

A Câmara de Vereadores de Patos arquivou na noite desta terça-feira (23) o processo de...

 

  • O governador eleito do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC)
  • O governador eleito do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC)

Eleito governador do Rio com discurso apoiado no combate à corrupção e ao tráfico de drogas, além da promessa de promover o desenvolvimento econômico, Wilson Witzel (PSC) reafirmou, em entrevista ao jornal “O Estado de S.Paulo”, que policiais que matarem quem portar fuzis não devem ser responsabilizados “em hipótese alguma”. Segundo ele, a autorização para o “abate”, a ser oficializada, não aumentará a letalidade no estado — hoje, são cerca de 500 registros por mês, ou 16 assassinatos por dia. Para Witzel, a medida reduzirá o número “de bandidos de fuzil em circulação”.

“O correto é matar o bandido que está de fuzil. A polícia vai fazer o correto: vai mirar na cabecinha e… fogo! Para não ter erro”, afirmou o governador eleito, que é ex-juiz federal, nascido em Jundiaí (SP), e novato na política.

*Com Tião Lucena