Pesquisa no Blog

Pesquisa no Google

 
bove=""

 

PADRE DJACY BRASILEIRO

NA LUTA CONSTANTE EM FAVOR

DA CLASSE MENOS FAVORECIDA 

Rádio Web

KM JUREMA

Org. Pauliano Tomaz

Art Regina, Art com Grafite

Comunicação Audiovisual -Tavares/PB.

 Fone: (83) 9 9869-8213. Hélio Mendes.

STAR FOTO E VÍDEO

 

By Fábio Arrud@&Silvan@

Praça Coronel José Pereira -04

Centro-Princesa Isabel - PB

CONTATO: 041 83 999463213

         FECEBOOK

PRINCESA ISABEL: Equipe Multiprofissional do NASF realiza atendimentos nas UBS’s

PRINCESA ISABEL: Equipe Multiprofissional do NASF realiza atendimentos nas UBS’s

(Foto: Camila Abrantes - Coordenadora do NASF)Com o objetivo de apoiar, ampliar e...

Secretaria de Saúde de Tavares realizou a Semana Saúde na Escola.

Secretaria de Saúde de Tavares realizou a Semana Saúde na Escola.

A secretaria municipal esteve realizando de 08 a 12 de abril, a semana municipal de...

Prefeitura de Princesa Isabel realiza levantamento de BENS IMÓVEIS DO MUNICÍPIO

Prefeitura de Princesa Isabel realiza levantamento de BENS IMÓVEIS DO MUNICÍPIO

A Secretaria de Finanças, Administração e Planejamento, de Princesa Isabel, no Sertão da...

Homem tenta matar outro com um tiro de revólver, em Piancó

Homem tenta matar outro com um tiro de revólver, em Piancó

Uma tentativa de homicídio foi registrada na tarde deste domingo (21), no Bairro Alto do...

 

A Barragem de Mãe D’água, em Coremas, com capacidade para 567.999.136 m³, é o segundo maior reservatório da Paraíba, ficando atrás apenas do Açude Estevam Marinho (Açude de Coremas), no mesmo município. O complexo Coremas-Mãe D’água tem capacidade para armazenas 1,358 bilhões de m³ d’água.
 
O Estevam Marinho começou a ser construído no ano de 1937 e foi concluído em 1942. A Barragem de Mãe D’água começou a ser construída na década de 40 e só foi concluída em 1954.
 
Os dois mananciais são o orgulho dos coremenses.  “São chamados pelos moradores de “Mar do Sertão” e “Caixa D’água do Sertão”.
Secretário Albertino: “Essa betoneira tem valor histórico no nosso município”.
Um betoneira usada na construção da barragem de Mãe D’água estava há mais de 60 anos largada nas proximidades de uma ponte que fica próximo à barragem, no terreno pertencente a um bar (Bar do João), frequentado por quem passa na localidade a caminho dos sítios da região. Em época de bom inverno o local é bastante movimentado.
 
Na manhã desta terça-feira, 04, o Secretário de Meio Ambiente de Coremas José Albertino, com a ajuda de amigos, providenciou o transporte da betoneira da zona rural para a sede do município. “Essa betoneira é histórica e a nossa ideia, a intenção da Prefeitura, é torná-la uma atração, uma peça de valor histórico, pois tem mais de 60 anos e foi utilizada na construção de um dos maiores mananciais do Nordeste”, disse o secretário Albertino.
 
A histórica betoneira vai ficar num local disponibilizado pelo DNOCS (Departamento Nacional de Obras Contra as Secas), em Coremas, e será uma atração na cidade, uma relíquia de valor para os coremenses,
 
Wandecy Medeiros
Fotos: José Albertino
Folha Patoense