Pesquisa no Blog

Pesquisa no Google

 
bove=""

 

Canal do Blog no YouTube

PADRE DJACY BRASILEIRO

NA LUTA CONSTANTE EM FAVOR

DA CLASSE MENOS FAVORECIDA 

Rádio Web

Festa de Nossa Senhora do Carmo, no Povoado Lagoinha, em Água Branca - PB

TV PREFEITURAS

Art Regina, Art com Grafite

Comunicação Audiovisual -Tavares/PB.

 Fone: (83) 9 9869-8213. Hélio Mendes.

STAR FOTO E VÍDEO

 

By Fábio Arrud@&Silvan@

Praça Coronel José Pereira -04

Centro-Princesa Isabel - PB

CONTATO: 041 83 999463213

         FECEBOOK

Pauliano Tomaz

700 famílias da PB serão assistidas por ação emergencial da LBV

700 famílias da PB serão assistidas por ação emergencial da LBV

A Legião da Boa Vontade (LBV), faz à entrega das cestas de alimentos não...

Wilson Braga, 88 anos: “Fui injustiçado na disputa pelo Senado”

Wilson Braga, 88 anos: “Fui injustiçado na disputa pelo Senado”

Diamante OnlineOs Guedes - O ex-governador Wilson Leite Braga, que completa,...

Novas ambulâncias, médicos e outros profissionais qualificam atendimento de Unidade Básica de Saúde em Tavares

Novas ambulâncias, médicos e outros profissionais qualificam atendimento de Unidade Básica de Saúde em Tavares

Na busca frequente pela agilidade e eficiência no atendimento à população, a Prefeitura...

ÁGUA BRANCA: Secretaria de Saúde se antecipa e promove ações preventivas do ‘Julho Amarelo’

ÁGUA BRANCA: Secretaria de Saúde se antecipa e promove ações preventivas do ‘Julho Amarelo’

Mantendo um olhar especial para as ações preventivas, a Secretaria de...

 

Deputado estadual reeleito, Nabor Wanderley, foi denunciado pelo MPF — Foto: Francisco França/ Jornal da Paraíba

Foto: Francisco França/ Jornal da Paraíba

G1 PB

O Ministério Público Federal denunciou o deputado estadual reeleito Nabor Wanderley da Nóbrega Filho (PRB) e sua filha, Olívia Motta Wanderley da Nóbrega, pelo crime de falsidade ideológica. Segundo o MPF, a transferência de cotas da empresa de radiodifusão da Itatiunga FM, de pai para filha, em agosto de 2017, foi um negócio jurídico simulado. A denúncia foi protocolada nesta quarta-feira (5), na 14ª Vara da Justiça Federal, em Patos.

A assessoria do deputado Nabor Wanderley informou ao G1 que aguarda a definição do setor jurídico para se posicionar sobre a denúncia. A pena prevista em caso de condenação é de um a três anos de reclusão, além do pagamento de multa.

Um inquérito havia sido instaurado pelo MPF para apurar o funcionamento irregular da Rádio FM Itatiunga, na cidade de Patos. Na investigação, constatou-se várias transferências de cotas da empresa, sendo uma delas para a filha de Nabor, Olívia Motta Wanderley, no valor de R$ 10 mil, que conforme o MPF “ocorreu de forma onerosa, mas o valor apresentado (R$ 10 mil) não corresponde ao valor de mercado de uma empresa que, na mesma alteração social, aumentou seu capital social para R$ 300 mil”.

Ainda conforme o documento, assinado pelo procurador Tiago Misael Martins, a fraude teve por objetivo afastar o nome do deputado da empresa de radiodifusão para evitar as contestações sobre a lisura da outorga do veículo de comunicação e as consequências do regime jurídico dos parlamentares estaduais.

As acusações que caem sobre o parlamentar e sua filha poderão resultar em um a três anos de prisão ou pena alternativa de suspensão condicional do processo mediante pagamento de multa no valor de R$ 10 mil para cada um dos envolvidos, além de prestação de serviços à comunidade pelo prazo de três meses. No entanto, a denúncia não tem efeitos imediatos sobre a situação eleitoral de Nabor, que foi reeleito deputado estadual em outubro deste ano.

 

https://g1.globo.com/pb/paraiba/noticia/2018/12/05/mpf-denuncia-deputado-estadual-nabor-wanderley-e-a-filha-dele-por-falsidade-ideologica-na-pb.ghtml