Destaque

Paraíba tem mais de 500 vagas de emprego a partir desta segunda (4)

A partir desta segunda-feira (4), o Sistema Nacional de Emprego (Sine-PB) disponibiliza...
Leia mais
Destaque

Laureano atendeu mais de 3,3 mil pessoas com tumores de cabeça e pescoço em 2021 e abre campanha

O Hospital Napoleão Laureano (HNL) iniciou a campanha ‘Julho Verde’,...
Leia mais
Destaque

Acusado de tentativa de assalto a avião pagador em Salgueiro é morto em Cabrobó

Com informações do Jornal da Band Um dos traficantes mais...
Leia mais
Destaque

Posto de combustível é assaltado por homens armados com faca, em Boa Ventura

Um posto de combustíveis localizado na rodovia PB-386, no perímetro...
Leia mais

Prisão de ex-ministro bota fogo na principal bandeira de Bolsonaro!

Por Heron Cid

Com a saída melancólica do ministro Sergio Moro, a pauta já tinha ido para o espaço.

Com os movimentos do governo nos braços do Centrão, o sofisma caiu por terra.

O discurso anticorrupção que levou Jair Bolsonaro ao poder já havia perdido força e ficado para trás.

A ordem, portanto, passou a ser pragmatismo da reeleição. Tudo pelo poder. Nada muito diferente do que faz o PT para se perpetuar por quatro mandatos no Planalto.

O baque veio hoje com a prisão do ex-ministro Milton Ribeiro, acusado de viabilizar manobras de “pastores” que vendiam facilidades – a peso de ouro, literalmente.

Antes de qualquer juízo de valor da culpa, ou não do professor, a ação da Polícia Federal atinge o peito do grande pilar retórico do governo contra Lula e o PT.

Sobretudo, porque Bolsonaro colocou até a cabeça no fogo pelo seu auxiliar, à época suspeito. Queimou a cabeça, o corpo do governo e as vestes da sua narrativa de diferencial. Esfumaçou.

Mais PB

Deixe um comentário